Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
00:00:00
Igreja no Rádio
05:00:00
 
 

Cookies e Política de Privacidade
A Tua Rádio utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Vacinação para pessoas com comorbidades terá faixa etária ampliada em Caxias do Sul

por Isadora Helena Martins

Pessoas de 33 anos ou mais que tenham alguma doença já poderão se imunizar até o fim desta semana. Também segue a vacinação das pessoas com deficiência, com síndrome de down, gestantes e puérperas que tenham mais de 18 anos.

Foto: Divulgação / Cristiane Barcelos

A aplicação da primeira dose da vacina contra a covid-19 avança nesta semana. Na terça-feira e na quarta-feira (11 e 12/05) devem se vacinar pessoas com doenças crônicas e comorbidades de 35 anos ou mais; na quinta e na sexta-feira (13 e 14/05), pessoas com doenças crônicas e comorbidades de 33 anos ou mais. Nos quatro dias também podem fazer a vacina pessoas de 18 anos ou mais com deficiência permanente cadastradas no Benefício de Prestação Continuada (BPC); com síndrome de down; e gestantes e puérperas (mulheres até 45 dias pós-parto) mesmo sem comorbidades.

A vacina para esse público-alvo está disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs), apenas com exceção da São Vicente que atende casos suspeitos de Covid-19. Nas UBSs Cruzeiro, Esplanada, Vila Ipê, Reolon, Desvio Rizzo, Eldorado e Cinquentenário, a imunização é das 8h às 20h. Nas demais, o horário é das 8h às 16h. No total, 47 Unidades aplicam a primeira dose.

Para fazer a vacina é obrigatório apresentar: atestado médico que confirme a comorbidade ou a receita médica que comprove a doença e que tenha sido emitida há menos de um ano. Em alguns casos, também é necessário apresentar autorização médica para fazer a vacina. Gestantes podem levar cartão do pré-natal e puérperas a certidão de nascimento do bebê para comprovação.

Pessoas que não tiverem a documentação na data indicada para sua idade poderão se vacinar em outra oportunidade, em qualquer ponto que esteja aplicando a primeira dose. A SMS também informa que idosos de 60 anos completos ou mais que ainda não fizeram a primeira dose devem fazer a vacina nesses locais, sem a necessidade de comprovação de comorbidade.

COMORBIDADES

  • Diabetes mellitus
     
  • Pneumopatias crônicas
    • Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica: enfisema e bronquite
    • Fibrose cística
    • Pneumoconioses
    • Displasia broncopulmonar
    • Asma grave (uso frequente de corticoide não inalatório)
       
  • Hipertensão arterial
     
  • Doenças cardiovasculares
    • Insuficiência cardíaca
    • Cor-pulmonale e hipertensão pulmonar
    • Cardiopatia hipertensiva
    • Síndromes coronarianas: angina pectoris estável, cardiopatia isquêmica, pós infarto agudo do miocárdio.
    • Valvopatias - Lesões de válvulas cardíacas: estenose ou insuficiência aórtica; estenose ou insuficiência mitral; estenose ou insuficiência pulmonar; estenose ou insuficiência tricúspide).
    • Miocardiopatias e pericardiopatias: miocardiopatias de quaisquer etiologias ou fenótipos; pericardite crônica; cardiopatia reumática.
    • Doenças da Aorta, dos Grandes Vasos e fístulas arteriovenosas, aneurismas, dissecções da Aorta.
    • Arritmias cardíacas: fibrilação e Flutter Atriais.
    • Cardiopatia congênita no adulto.
    • Pessoas com próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados, portadores de próteses valvares biológicas ou mecânicas; e dispositivos cardíacos implantados (marca-passos, cardiodesfibriladores, ressincronizadores, assistência circulatória de média e longa permanência).
       
  • Doença Cerebrovascular
    • Acidente Vascular Cerebral Isquêmico ou Hemorrágico.
       
  • Doença Renal Crônica estágio 3 ou mais (taxa de filtração<60ml/min/1,73m2) e/ ou Síndrome Nefrótica
     
  • Imunossuprimidos/ Imunodeficiências Primárias/ Portadores de Doenças Reumáticas Imunomediadas – DRIM. Exemplos: artrite reumatóide, espondiloartrites, artrite psoriásica, lúpus sistêmico, síndrome de Sjogren primária, miopatias inflamatórias e vasculites)Todos os casos deste item necessitam também de autorização do médico para fazer a vacina.
     
  • Indivíduos transplantados de órgão sólido ou de medula óssea (não inclui transplante de córnea): aqueles pacientes em uso de prednisona (ou equivalente) acima de 10mg/dia, pulsoterapia e/ ou ciclofosfamida. Todos os casos deste item necessitam também de autorização do médico para fazer a vacina.
     
  • Pacientes oncológicos que realizaram tratamento quimioterápico ou radioterápico nos últimos seis meses; neoplasias hematológicas.Todos os casos deste item necessitam também de autorização do médico para fazer a vacina.
     
  • Anemia falciforme. Para anemia falciforme é necessário apresentar atestado médico, não será aceita receita. Não inclui casos de portadores de traço falciforme.
     
  • Obesidade mórbida: pessoas com Índice de Massa Corpórea (IMC) maior ou igual a 40.
     
  • Cirrose hepática
     
  • Pessoas com HIV (idade entre 18 e 59 anos).
     
  • Pessoas com síndrome de down (idade acima de 18 anos).
     
  • Gestantes e puérperas (mulheres até 45 dias pós-parto) com 18 anos ou mais (sem necessidade de comprovar comorbidades).
     
  • Pessoas com Deficiência Permanente cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC): idade acima de 18 anos.

 

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais