Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
20:00:00
Tua Essência
23:59:00
 
 

Cookies e Política de Privacidade
A Tua Rádio utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

"Será sempre um tempo novo de pensar, recriar e programar", diz Frei Miguel sobre comemorações do Centenário da Paróquia

Baixar Áudio por Taliane Radaelli

Este conteúdo esta disponível, também, no áudio da matéria

Foto: Divulgação

Setembro é um mês de grande significado para a comunidade católica marauense, isso porque em 2020, é comemorado o centenário da Paróquia Cristo Rei de Marau. Inicialmente uma programação especial de comemoração era aguardada por todos, porém, com a chegada da Covid - 19 muita coisa precisou ser transformada. 

Em conversa com a Tua Rádio Alvorada o Pároco de Marau, Frei Miguel Debiasi, refletiu sobre os últimos acontecimentos e sobre o papel importante que a igreja desenvolve em momentos como este (entrevista completa disponível no áudio da matéria) e lembrou das atividades comemorativas já iniciadas. O Frei explica que a organização para o centenário foi dividida em três partes: preparação, celebração e continuidade. 

A preparação teve início no ano de 2015, onde muitas famílias puderam contemplar, por alguns dias, a imagem do Cristo Rei Redentor em suas casas. Além disso, muitos trabalhos de restauração da Igreja Matriz foram realizados neste período. Já no ano de 2019 foi iniciado o momento de celebração. Foram 7.268 famílias visitadas, até o mês de fevereiro de 2020. Ainda em junho de 2020 foi iniciado o Tríduo em um momento em que as celebrações já estavam sendo realizadas através de canais digitais como medida de proteção ao coronavírus. Como explica o Pároco, nesta etapa algumas atividades seguem sendo realizadas.

A expectativa agora é para o período de continuidade, segundo Frei Miguel, inicialmente, cada comunidade deve receber uma muda de oliveira, que traz um significado especial para a igreja. “Claro, muitas coisas ficaram pelo caminho, com o tempo da pandemia, mas, eu sempre penso comigo mesmo, tudo que foi pensado pode ser repensado, tudo que foi programado pode ser reprogramado. O espaço é inferior ao tempo, este contexto em que estamos vivendo pode passar, mas o tempo será sempre um tempo novo de pensar, recriar e programar”, aponta o Pároco.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais