Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Em Alta
18:00:00
 
 

“É uma pena que estejamos, além da pandemia, vivendo este clima de guerra”

Baixar Áudio por Camila Agostini

Ex-ministro fala sobre vídeo da reunião ministerial divulgado na sexta-feira, 23/05

Foto: Arquivo Tua Rádio Alvorada

Ministro da Agricultura do primeiro mandato do presidente Fernando Henrique Cardoso, o marauense Francisco Turra aceitou o convite da reportagem da Tua Rádio Alvorada e  comentou sobre o que viu no vídeo da reunião ministerial, divulgado na sexta-feira, 23/05.

“É uma pena que estejamos, além da pandemia, vivendo este clima de guerra”, disse o ex-ministro ao se referir ao embate criado, principalmente, nas redes sociais, depois que o decano Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), liberou o acesso a conteúdo do vídeo. A decisão foi tomada no Inquérito que apura declarações feitas pelo ex-ministro Sérgio Moro, acerca de suposta tentativa do presidente Jair Bolsonaro de interferir politicamente na Polícia Federal. Com a decisão, qualquer cidadão poderá ter acesso ao conteúdo do encontro de ministros com o presidente Jair Bolsonaro. Muito além do que o presidente disse com relação à apuração em vista, o comportamento verbal de Bolsonaro e a forma como alguns ministros se referiram a determinados assuntos foi o que ganhou maior repercussão.

“Cada um tem seu estilo”, disse Turra ao lembrar do período em que fazia parte do ministério, em 1998. “Fernando Henrique tinha um estilo muito diferente. Nenhum dos últimos presidentes o superava nesse sentido. Tinha também seus defeitos, por óbvio, e também brincava nos momentos de informalidade. Mas as reuniões eram muito produtivas. Ele falava na abertura e cada um dos ministros, depois disso, apresentava um relatório do que fez e o que iria fazer. Então, cada um tem seu estilo. Só que neste momento, o que vemos é a polarização entre esquerda e direita, quando nessa hora melhor seria um clima de entendimento”, relatou Turra.

A íntegra da entrevista você acompanha no player de áudio e também na página da Tua Rádio Alvorada no Facebook.

Durante a entrevista, o ex-ministro falou, ainda, sobre a repercussão do vídeo fora do país, fez referência à decisão do Supremo Tribunal Federal e concluiu: “Tudo na vida temos que ter abertura para que seja uma coisa pública, ou seja, não faça nada que te envergonha se um dia mostrarem o que você fez. Essa deve ser a atitude, principalmente, de alguém que se reveste de cargo”.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais