Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
19:00:00
A Voz Do Brasil
20:00:00
 
 

UPF firma parceria com municípios da região, para realizar diagnósticos de Covid-19

Baixar Áudio por Ana Lúcia Jacomini

Se preferir, ouça este conteúdo no player de áudio da matéria

Imagem Ilustrativa
Foto: Reprodulção/EBC

Os municípios de Camargo, Casca, Coxilha, David Canabarro, Gentil, Marau, Santo Antônio do Palma, São Domingos do Sul, Vanini, Nova Alvorada e Vila Maria, todos integrantes da Associação dos Municípios do Planalto, a Ampla, além do município de Erechim, serão beneficiados com a ampliação da capacidade da Universidade de Passo Fundo, na realização de testes de diagnóstico de Covid-19. A parceria foi firmada nesta semana, em videoconferência entre a reitoria e os prefeitos.

Em entrevista para a Tua Rádio Alvorada, o vice-reitor de pesquisa e pós-graduação, Antônio Thomé, explicou que a cooperação estabelece que as prefeituras realizam a coleta das amostras em seus municípios, levam-nas até Passo Fundo e, no laboratório da instituição de ensino, essas amostras são procesadas para a análise de presença ou não do vírus. A UPF já está produzindo os relatórios conclusivos referentes aos testes e fornecendo treinamento para as equipes técnicas dos municípios.

Com isso, segundo Thomé, ganha-se tempo na divulgação dos resultados, já que muitos testes não dependerão mais do Laboratório Central do Estado. Ao todo, devem ser realizados mais de 1200 exames na região. Ainda de acordo com o vice-reitor, as amostras já processadas e lançadas no sistema de estatísticas da universidade (seguindo parâmetros do estudo realizado em Passo Fundo e em outras oito cidades pólo do Estado), apontam que 35% dos testes realizados na região, são positivos. Outra informação, segundo ele, é de que as amostras estão apresentando uma grande carga viral, com alta capacidade de transmissão. Se preferir, ouça a entrevista na íntegra, clicando aqui.

LABORATÓRIO
 
O Laboratório de Diagnósticos do Sars-Cov2, onde são realizados os diagnósticos, foi montado com equipamentos da instituição e que foram adquiridos por meio de recursos de projetos de pesquisa. O laboratório está baseado em um método de diagnóstico chamado de molecular metodologia, que busca amplificar o material genético do vírus e detectar o vírus nas pessoas infectadas, diagnosticando, dessa forma, se a pessoa está com o vírus ativo no corpo ou não. O trabalho é desenvolvido por dois professores pesquisadores, uma farmacêutica, uma bióloga e uma médica veterinária.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais