Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Em Alta
18:00:00
 
 

Caxias do Sul concentra 2º maior PIB do Estado

por Pablo Ribeiro

Levantamento do Departamento de Economia e Estatística (DEE) da Secretaria Estadual de Planejamento aponta que 10 cidades concentraram 42,3% da atividade econômica gaúcha. Caxias fica atrás de Porto Alegre

Foto: Ícaro de Campos/Divulgação

Os dados do Produto Interno Bruto (PIB) dos Municípios indicam que 10 cidades concentraram 42,3% da atividade econômica do Rio Grande do Sul. O principal destaque da pesquisa, realizada em parceria com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e correspondente a 2017, foi o retorno de Caxias do Sul à segunda posição do ranking, ocupada em 2016 por Canoas, que agora está no terceiro posto. Porto Alegre está na liderança. Em quarto lugar está Gravataí, seguida por Rio Grande, Triunfo, Novo Hamburgo, Passo Fundo, Pelotas e Santa Cruz do Sul. Os dados foram divulgados na última sexta-feira (13), pelo Departamento de Economia e Estatística (DEE) da Secretaria Estadual de Planejamento, Orçamento e Gestão.

A líder do grupo, Porto Alegre apresentou PIB de R$ 73,9 bilhões. Caxias do Sul, em segundo lugar, tem índice de R$ 21,7 bilhões e Canoas, em terceiro, tem PIB de R$ 18,9 bilhões. Segundo o analista pesquisador do Departamento de Economia e Estatística (DEE), César Conceição, as posições dos municípios no ranking são relativas e dependem da movimentação de cada cidade. Portanto, Caxias assume o segundo lugar porque Canoas perdeu participação. “Canoas perdeu posição por causa da queda do comércio atacadista, principalmente de combustíveis, e queda na atividade de refino, que é uma atividade muito importante”.

No ranking por segmento, no que diz respeito à indústria, a situação se inverte e Canoas ocupa o segundo lugar no Estado, seguido por Caxias do Sul e Porto Alegre. O município na quarta colocação é Triunfo, por conta das atividades da indústria química. Conforme Conceição, Canoas ultrapassa Caxias nesse segmento por causa da atividade de refino de petróleo. Mesmo assim, a cidade serrana concentra importantes setores na indústria, como o automotivo, peças, máquinas e equipamentos. “A atividade de refino do petróleo tem alto valor agregado, por isso coloca Canoas na primeira posição. Caxias fica em segundo lugar, mas tem setores muito importantes na indústria gaúcha.Outro dado relevante é que Caxias passa a ocupar uma participação em outros equipamentos de transporte, que antes era ocupado por Rio Grande. Quando o polo naval passa a perder importância, Caxias assume a importância desse setor e tem um ganho de participação que passa de 9,6% para 37% no Estado”.

No segmento de serviços, os resultados mostram novamente Porto Alegre em primeiro lugar (23,1% do total), seguido por Caxias do Sul (4,9%) e Canoas (3,9%). Na agropecuária, outra cidade serrana tem destaque. Vacaria ocupa a segunda posição, com destaque para a produção de soja e maçã, atrás da primeira colocada Cachoeira do Sul.

Em relação ao país, o Rio Grande do Sul perdeu em 2017 uma cidade no grupo das cem maiores economias em comparação com o ano anterior, caindo de cinco para quatro municípios neste ranking. Porto Alegre se manteve a sétima posição no país e está acompanhada na lista por Caxias do Sul (pulou de 41º para 40º), Canoas (caiu de 40º para 47º) e Gravataí (foi do 91º para 79º). Rio Grande, que em 2016 estava no 95º posto, caiu para o 107º lugar no levantamento mais recente.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais