Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
20:00:00
Tua Essência
23:59:00
 
 

Com R$ 650 mil a menos em caixa, secretário da Cultura de Caxias afirma manutenção de equipamentos e ações culturais na cidade

Baixar Áudio por Isadora Helena Martins

O orçamento para todo o ano de 2020 é de R$ 12,3 milhões. Para o Financiarte serão destinados R$ 105 mil

Foto: Isadora Martins

A Secretaria da Cultura de Caxias do Sul terá que organizar as suas atividades de 2020 com um orçamento mais apertado do que o de 2019. Enquanto no ano anterior a pasta tinha cerca de R$ 12, 9 milhões em caixa, neste ano são R$ 12.419.345,96, ou seja, R$ 560.185,95 a menos. Porém do orçamento deste ano também foram descontadas algumas dívidas da secretaria contraídas na administração passada, que somaram mais de R$ 73 mil. Em virtude destes gastos, restou para o orçamento de 2020 da pasta R$ 12.345.397,96.

A secretaria é responsável por diversos equipamentos culturais como a Casa da Cultura, Centro de Cultura Dr. Henrique Ordovás Filho, seis museus, o Arquivo Municipal, o Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU), além das ações e eventos como a Feira do Livro e incentivos por meio do Financiarte (Financiamento da Arte e Cultura Caxiense). Diante de toda a estrutura e também a folha de pagamento dos servidores, o orçamento se torna escasso, por isso, segundo Périco, algumas medidas para cortes de gastos serão tomadas: “Na orquestra, no coral e na Cia. Municipal de Dança, nós tivemos que reduzir o número de ensaios. Neste ano o investimento para as três passa a ser o investimento que foi feito somente na orquestra no ano passado”.  

Périco também expôs durante a coletiva algumas iniciativas que serão adotadas pela secretaria para viabilizar recursos, como o projeto de lei “Cultura melhor: sociedade melhor”, que deverá ser encaminhado para a Câmara nos próximos dias. “É um projeto que oportuniza o Município receber doações diretas por parte de empresas e por parte de pessoas físicas, porque hoje, você não pode doar nada. Então, esse projeto desburocratiza essa questão da doação”.   

A reaproximação com o setor cultural e retomada de apoio a eventos como Semana Farroupilha e Parada Livre, foi outro tema abordado pelo secretário. “Não existe eventos com porte de 20, 30, 100 mil pessoas sem o apoio do Município, é preciso dar o aporte”.

Sobre a permanência no comando da pasta, Périco disse que depende de tratativas com o partido, já que se licenciou da Câmara para assumir o cargo. Se Périco quiser se candidatar nas eleições municipais deste ano ele precisa retornar para o Legislativo até abril.

 

Ações Previstas

 

- Roteiro Cultural para Escolas;

- Digitalização da Sala de Cinema Ulysses Geremia;

- Atualização do GeoCaxias com as informações relacionadas aos bens tombados e inventariados para acesso de toda a comunidade;

- Projeto Imagens em Movimento: digitalização (telecinados) de 28 filmes do Acervo do Arquivo Histórico Municipal;

- Apoio e participação de eventos como Semana Farroupilha e Parada Livre;

- 36ª Feira do Livro de 25 de setembro a 12 de outubro, na praça Dante Alighieri;

- 54ª edição do Concurso Anual Literário;

- 20º Tapete Mágico;

 - Passaporte da Leitura e projeto Escritor na Comunidade;

 

Financiarte

Tendo em vista o a Lei Orçamentária Anual proposta pela administração anterior e que foi aprovada pela Câmara, o valor destinado para o Financiarte neste ano será de R$ 105 mil, o mesmo valor de 2019. Ainda não há data prevista para lançamento do edital.  

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais