Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
12:10:00
No Ponto
14:00:00
 
 

Coordenadora do Centro de Atendimento ao Migrante diz que sociedade civil faz mais que a prefeitura

por Ivan Sgarabotto

Em entrevista, Agenor Basso afirmou que se a irmã ficou um mês no Senegal, pode também ficar um mês em Brasília para buscar recursos para o município

O assunto da imigração segue gerando polêmica em Caxias do Sul. Na manhã de sábado, 27, no programa Conectado da Rádio São Francisco, a coordenadora do Centro de Atendimento ao Migrante, irmã Maria do Carmo dos Santos Gonçalves, lamentou as declarações do chefe de gabinete da prefeitura, Agenor Basso.

Em entrevista concedida à repórter Vânia Cassol, Basso afirmou que se a irmã ficou um mês no Senegal, pode também ficar um mês em Brasília para buscar recursos para o município.

Para a irmã Maria do Carmo, as declarações demonstram que o chefe de gabinete não conhece a realidade dos novos imigrantes, que buscam oportunidade de empregos em Caxias do Sul.

Durante a entrevista, a irmã Maria do Carmo fez questão de lembrar que a criação de comitês para tratar sobre os imigrantes é uma pauta nacional. Ela recorda que a implantação de um comitê em Caxias do Sul já havia sido articulada em um encontro que contou com a presença de representantes da prefeitura, do Ministério da Justiça, da Igreja Católica e do Centro de Atendimento ao Migrante. A Maria do Carmo cobrou mais articulação política do município. De acordo com ela, a sociedade civil faz muito mais do que a própria prefeitura.

Confira a entrevista na íntegra em áudio, da irmã Maria do Carmo, concedida ao jornalista Alberto Meneguzzi.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais