Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
05:00:00
Tá na Hora
07:00:00
 
 

Coordenadora do Centro de Atendimento ao Migrante diz que sociedade civil faz mais que a prefeitura

por Ivan Sgarabotto

Em entrevista, Agenor Basso afirmou que se a irmã ficou um mês no Senegal, pode também ficar um mês em Brasília para buscar recursos para o município

O assunto da imigração segue gerando polêmica em Caxias do Sul. Na manhã de sábado, 27, no programa Conectado da Rádio São Francisco, a coordenadora do Centro de Atendimento ao Migrante, irmã Maria do Carmo dos Santos Gonçalves, lamentou as declarações do chefe de gabinete da prefeitura, Agenor Basso.

Em entrevista concedida à repórter Vânia Cassol, Basso afirmou que se a irmã ficou um mês no Senegal, pode também ficar um mês em Brasília para buscar recursos para o município.

Para a irmã Maria do Carmo, as declarações demonstram que o chefe de gabinete não conhece a realidade dos novos imigrantes, que buscam oportunidade de empregos em Caxias do Sul.

Durante a entrevista, a irmã Maria do Carmo fez questão de lembrar que a criação de comitês para tratar sobre os imigrantes é uma pauta nacional. Ela recorda que a implantação de um comitê em Caxias do Sul já havia sido articulada em um encontro que contou com a presença de representantes da prefeitura, do Ministério da Justiça, da Igreja Católica e do Centro de Atendimento ao Migrante. A Maria do Carmo cobrou mais articulação política do município. De acordo com ela, a sociedade civil faz muito mais do que a própria prefeitura.

Confira a entrevista na íntegra em áudio, da irmã Maria do Carmo, concedida ao jornalista Alberto Meneguzzi.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio São Francisco

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais