Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
09:00:00
Temática
12:00:00
 
 

Custos de produção, dólar e índices de importação levam produtores a abandonar a atividade leiteira

por Ana Lúcia Jacomini

Presidente do Sindicato Rural de Marau e integrante da Comissão do Leite da Farsul explicam a problemática

Imagem Ilustrativa
Foto: Reprodução/Canva

Em 15 anos, o número de produtores de leite caiu mais de 50% em Marau: em 2008 eram 840 famílias produtoras e, este ano, são cerca de 380 famílias que estão na atividade. A informação é de Rogério Timbola, presidente do Sindicato Rural, ligado a Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul, a Farsul. A entidade tem demonstrado preocupação com o fato, que não é uma realidade apenas do município marauense, mas do estado gaúcho como um todo. A alta nos custos de produção tem sido levada em conta na hora de decidir pela continuidade ou não na atividade leiteira.

O marauense Percio Brocco, empresário do setor e integrante da comissão do leite da Farsul, explica que a queda no valor da moeda norte americana (dólar) e a alta no índice de importação do leite de países como Uruguai e Argentina, por meio de políticas de mercado, tem provocado a desvalorização do produto local. Como consequência, está a queda no preço pago ao produtor. O Brasil não é autossuficiente na cadeia de lácteos, necessitando da importação. Porém, os índices importados é que estão sendo questionados pelo setor.

Na exportação de lácteos, o Brasil ainda não tem tanta representatividade embora tenha potencial tecnológico e genético, explica Brocco. Mas, para isso, é preciso frear a queda no número de propriedades que deixam a atividade leiteira. Em entrevista para a emissora, disponível no ambiente de podcast do site, Timbola comentou que a Farsul está em contato com a bancada ruralista na Câmara Federal na tentativa de se chegar a uma solução que seja boa para todos os envolvidos na cadeia de lácteos pois ela possui grau de importância da economia dos municípios.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais