Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
20:00:00
Tua Essência
23:59:00
 
 

Cookies e Política de Privacidade
A Tua Rádio utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Para marcar o Agosto Dourado, Secretaria Estadual da Saúde promove atividades de incentivo ao aleitamento materno

por Larissa Macena
Foto: Divulgação

Com o tema “Proteger a Amamentação: uma responsabilidade de todos”, serão realizadas, de 1º a 7 de agosto, as atividades da Semana Mundial do Aleitamento Materno, alusivas ao Agosto Dourado 2021, mês dedicado ao incentivo do aleitamento materno.

A programação se inicia no domingo com a iluminação cênica de prédios públicos e privados de Porto Alegre, com luzes douradas (âmbar) em alusão ao leite materno, “considerado alimento padrão ouro para os bebês”, explica a nutricionista Kátia Rospide, responsável pelas ações de incentivo ao Aleitamento Materno da Secretaria da Saúde (SES/RS).

Na segunda-feira, 02, ocorre a pré-conferência que será ministrada pelo médico pediatra Carlos Gonzalez, da Universidade Autônoma de Barcelona. Na terça-feira, 03, será a abertura oficial do 13º Seminário Estadual da Semana Mundial da Amamentação e do 8º Seminário Estadual da Estratégia Amamenta e Alimenta Brasil. A programação vai até a quarta-feira, 04, em formato online. A promoção é da SES/RS, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre e o Conselho Regional de Nutricionistas- 2ª região.

Kátia Rospide destaca que “a mensagem do tema escolhido pela Aliança Mundial para Ação em Aleitamento Materno nos diz que é hora de informar, enfocar, engajar e articular ações para promover, proteger e apoiar o aleitamento materno em nosso Estado”. Segundo ela, “o aleitamento materno garante a sobrevivência, a saúde e o bem-estar das crianças e de suas famílias”.

A nutricionista informa que, apesar do crescimento dos indicadores de aleitamento materno no Brasil, dados do relatório preliminar do Estudo Nacional de Alimentação e Nutrição Infantil (Enani), do Ministério da Saúde, apontam que menos da metade (45,7%) das crianças menores de seis meses de idade recebe a amamentação exclusiva. Já a prevalência de aleitamento materno continuado aos 12 meses (crianças de 12 a 15 meses) foi de 53,1%. O estudo avaliou 14.505 crianças brasileiras menores de cinco anos entre fevereiro de 2019 e março de 2020.

Vantagens do aleitamento

  • Crianças amamentadas têm menos alergias, infecções, diarreias, doenças respiratórias e otites, além de menores chances de desenvolver obesidade e diabetes tipo 2;
  • Alcançam melhor desempenho em testes de inteligência e se transformam em adultos mais saudáveis e produtivos;
  • É o alimento mais completo para o bebê e tem tudo que ele precisa para se desenvolver de forma saudável até os seis meses de vida. A partir dos seis meses, a orientação é para que o bebê continue mamando até os dois anos ou mais e seja introduzida a alimentação complementar saudável.

Amamentação na pandemia

O Ministério da Saúde recomenda a manutenção da amamentação durante a pandemia. A orientação leva em consideração os benefícios para a saúde da criança e mulher. A ausência de constatações científicas significativas sobre a transmissão do coronavírus por meio do leite materno; e por não ter recomendação para a suspensão do aleitamento materno na transmissão de outros vírus respiratórios. Nestes casos, a amamentação deve ocorrer desde que a mãe deseje e esteja em condições clínicas adequadas para fazê-lo.

Programação do seminário

Dia 02 de agosto
10h – Pré-Conferência: Uso e abuso das curvas de peso. Dr. Carlos Gonzalez - médico pediatra espanhol da Universidade Autonoma de Barcelona

Dia 03 de agosto
19h - Abertura e boas vindas
Conferência: Proteger a Amamentação: “Uma responsabilidade de Todos". Valderez Aragão, nutricionista, membro da IBFAN Brasil

Dia 04 de agosto
14h – Palestra: Métodos não farmacológicos do controle da dor no período neonatal: prática clínica. Juliana de Oliveira Marcatto, enfermeira, professora da UFMG

15h – Palestra: Aleitamento Materno e cárie dentária: desmistificar para proteger. Lívia Guimarães Zina, cirurgiã-dentista, coordenadora de mestrado na UFMG

16h – Palestra: Proteger a Amamentação é proteger a saúde coletiva: caminhos e reflexões. Cristiano Siqueira Boccolini, nutricionista, pesquisador da Fiocruz

Calendário da iluminação de prédios

Palácio Piratini (01 a 07 de agosto);
Assembleia Legislativa (01 a 07 de agosto);
Centro Administrativo CAFF (01 a 07 de agosto);
TJ/RS (01 a 07 de agosto);
Ponte do Guaíba (01 a 07 de agosto);
Estádio Beira Rio (02 de agosto);
Arena do Grêmio (01 a 07 de agosto);
Câmara de Vereadores de POA (01 a 07 de agosto);
Lojas Lebes, na av. Borges de Medeiros (01 a 07 de agosto)

Ações alusivas ao Aleitamento Materno também serão realizadas em municípios e Coordenadorias.

 Os eventos serão transmitidos no canal do Youtube do Conselho Regional de Nutricionistas - 2º Região.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Veranense

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais