Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
09:00:00
Temática
12:00:00
 
 

Empresas caxienses crescem durante a pandemia

por Beverli Rocha

Associados da Microempa investem em soluções e conquistam mercado

Foto: Foto/Arquivo Pessoal

Mais do que sobreviver, alguns negócios viram o momento econômico atual como uma oportunidade de se reinventar, lançar novos produtos visando o combate ao Covid-19 e uma forma de aumentar a sua presença no mercado. Esse é o caso de três associados da Microempa: as empresas Dal Moro Eletro Eletrônica, Sul Torke e da consultora de alimentos, Latoya Brum. Empreendedores que têm em comum cases de sucesso em meio à crise financeira e sanitária que afetou tanto os mercados globais, quanto os micro e pequenos negócios da região nordeste do Estado.

Em um momento onde grande parte das empresas atrasaram seus lançamentos, a Dal Moro Eletro Eletrônica foi no caminho inverso. Fabricante de ventiladores e climatizadores, a empresa caxiense lançou um Pulverizador de Torre, produto utilizado para a desinfecção de ambientes. Desenvolvido em tempo recorde, o produto adapta tecnologias já existentes para uma solução de baixo custo aos túneis de desinfecção utilizados em grandes cidades brasileiras e países como Turquia e China.

O pulverizador utiliza o hexametileno biguanida diluído em água, material aprovado pela Anvisa, eficaz contra vírus e bactérias e atóxico para uso com pessoas. O mesmo material é utilizado para a desinfecção de ambientes em indústrias de alimentos e bebidas. Por ser móvel, pode ser instalado facilmente em locais com grande circulação de pessoas como lojas, restaurantes, indústrias e órgãos públicos, e também em espaços para descontaminação ao ar livre.

 

 

Outro case de sucesso foi da Sul Tork. Com a queda nas importações e também o aumento do dólar, a procura por soluções e insumos no mercado interno foi exigida. De olho nesse movimento, a empresa caxiense aproveitou o momento para lançar novas soluções no segmento de válvulas industriais e já registra um crescimento de 50% em relação ao mesmo período de 2019.

Conforme o diretor da empresa, Eduardo Bressan, o lançamento de novos produtos (redutoras e atuadores pneumáticos/hidráulicos) vêm para atender a demanda crescente do mercado nacional, já que a logística de importação desses materiais ficou muito cara e inviável com a pandemia. Através de pesquisas de mercado, foi possível reduzir o custo do produto em taxas de até 2% na comparação com os importados.

Por fim, a pandemia também foi cenário de destaque para a  consultora de Alimentos, Latoya Brum e a sua sócia, Katherine Manetti que perceberam uma preocupação crescente em relação a segurança dos alimentos, tanto do mercado de food service, quanto do público consumidor. Após realizar uma pesquisa onde 98% dos consumidores afirmaram que se sentiriam mais seguros se soubessem que o estabelecimento está cumprindo as medidas para evitar contaminação, elas criaram um selo para tornar essas informações mais claras ao público.

O programa #RestauranteSeguro confere um selo que demonstra que a equipe do estabelecimento foi capacitada em relação às diretrizes sanitárias, bem como se o local foi vistoriado por um técnico especializado e que os produtos entregues por delivery chegarão até os consumidores dentro de todos os padrões de segurança alimentar.

Em duas semanas de programa, mais de 30 empresas já estampam o selo em seus produtos ou estão realizando adequações para receber. Além de restaurantes, o programa já atende outros estabelecimentos e confere os selos de qualidade #ProduçãoSegura (para indústrias), #AçougueSeguro e #PadariaSegura.

Latoya Brum falou sobre o case em entrevista ao programa Temática na manhã desta sexta-feira. O conteúdo está disponível na biblioteca de vídeos do facebook/redetuaradio (>https://www.facebook.com/redetuaradio/videos/611040059500465/).

 

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Veranense

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais