Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
07:00:00
Conectado
09:00:00
 
 

Cookies e Política de Privacidade
A Tua Rádio utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Aproximação rara entre Júpiter e Saturno acontecerá ao anoitecer de hoje

por Ana Lúcia Jacomini

Visualização pode acontece por volta de 20 minutos após o pôr do Sol

Foto: Divulgação/Climatempo

Nesta segunda-feira, 21/12, dia que ocorre o solstício de verão para o Hemisfério Sul, e o solstício de inverno no Hemisfério Norte, será possível contemplar a olho nu, com binóculo ou telescópio, uma rara aproximação entre Júpiter e Saturno. Vistos da Terra, Júpiter e Saturno estarão muito próximos entre si. Será a menor aproximação entre estes planetas em quase 397 anos e a próxima vez que se poderá ver novamente esta situação será só no ano de 2040.

No Brasil, esta rara aproximação entre Júpiter e Saturno poderá ser contemplada sem problemas com a chuva ou excesso de nuvens nos estados do Rio Grande do Sul, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, na parte norte do Piauí e no norte do Maranhão, incluindo as capitais de todos estes estados. Há uma chance relativamente boa de observação também no Espírito Santo. Para os demais estados e capitais brasileiras, a chance de visualização será baixa porque a previsão é de muita nebulosidade pouco depois do pôr do sol, além do alto risco de chuva.

O que é uma conjunção? No campo da ciência astronômica, uma conjunção ocorre quando o ângulo entre Sol e o planeta, observado da Terra, é igual a zero. No exato momento em que ocorrerá a menor separação angular entre Júpiter e Saturno, às 15h20 (horário de Brasília), os observadores no Brasil não poderão apreciar esse fenômeno porque os raios solares e a atmosfera terrestre ofuscarão o brilho desses dois planetas. Mas, nada como um pouco de paciência para esperar o anoitecer. Aí sim, começará o espetáculo.

Por volta de 20 minutos após o pôr do Sol, quando olharmos para o horizonte oeste teremos dois pontos brilhantes, pouco acima deste horizonte. O mais brilhante será Júpiter e o menos brilhante será Saturno. Para quem for observar a olho nu, mesmo no céu com poluição luminosa, poderá contemplar esses dois planetas facilmente no céu. A única recomendação é que se tenha um horizonte oeste livre da interferência de prédios, árvores, montanhas ou qualquer outro objeto que impeça a contemplação deste fenômeno.

Com informações do Climatempo

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Veranense

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais