Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Em Alta
18:00:00
 
 

Cookies e Política de Privacidade
A Tua Rádio utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Governo do RS autoriza funcionamento de comércio não essencial no final de semana e amplia horário de funcionamento do setor gastronômico

por Almeri T Angonese

Novo Decreto será publicado ainda na sexta-feira (9) e novas regras passam a valer a partir do sábado (10).

Foto: Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini

Em uma live nas redes sócias do governo, o Governado Eduardo Leite, informou as novas medidas de combate a Covid-19, além dos novos protocolos da bandeira vermelha do Sistema de Distanciamento Controlado. Após seis semanas consecutivas com todo o Estado em bandeira preta, haverá uma flexibilização nos protocolos de distanciamento controlado.

As novas regras passam a valer a partir do Sábado, dia 10 de abril, e beneficiam supermercados, estabelecimentos da área da gastronomia, templos religiosos, parques, comércio não essencial e sistema de transporte coletivo. Entre as principais medidas estão a autorização para abertura do comércio não essencial aos finais de semana e a ampliação do horário de funcionamento de bares e restaurantes.

De acordo com Leite, as medidas foram tomadas após criteriosas análises dos dados sobre os níveis do contágio por covid-19 no Estado. O novo decreto oficializando as novas regras para manutenção da atividade econômica será publicado ainda na sexta-feira (9).

Reforço nos protocolos gerais

Máscara: Uso obrigatório e correto de máscara, ajustada e cobrindo boca e nariz sempre

Distanciamento: Distanciamento físico e não aglomeração, inclusive no ambiente de trabalho

Ventilação: Manutenção de janelas e portas abertas e/ou sistema de renovação de ar

Higienização: Limpeza constante das mãos com água e sabão ou álcool 70%

 

Confira as mudanças

De segunda-feira a sexta-feira

- Manutenção da restrição das atividades presenciais entre 20h e 5h;
- Supermercados: não tem mais limitação de horário;
- Bares e restaurantes: das 5h às 22h, com saída dos clientes até 23h;
- Comércio não essencial: das 5h às 20h, após esse horário somente tele-entrega;
- Academias e serviços religiosos: podem funcionar das 5h às 22h
- Demais serviços: podem funcionar das 5h às 20h.

Finais de semana

- Bares e restaurantes: das 5h às 15h, com saída dos clientes até 16h;
- Comércio não essencial: das 5h às 20h, após esse horário somente tele-entrega;
- Academias e serviços religiosos: podem funcionar das 5h às 22h;
- Demais serviços: podem funcionar das 5h às 20h.

Novos protocolos específicos de bandeira vermelha
(limite da cogestão na bandeira preta)

Feiras livres de comércio não essencial: estão liberadas as feiras de artesanato, desde que com distanciamento de três metros entre as bancas e controle de acesso, além da obrigatoriedade de cartazes informando a capacidade de lotação máxima.

Restaurantes: lotação de 25% da capacidade, com no máximo de cinco pessoas em cada mesa e exclusivamente para refeição. Happy hours estão proibidos, bem como música ao vivo. Deve haver dois metros entre as mesas e só clientes sentados.

Parques: lotação de 25% da capacidade, exclusivamente em locais abertos e com Selo Turismo Responsável. Segue obrigatório uso correto de máscara, distanciamento nas filas e higienização de mãos e superfície.

Serviços de educação física: academias, piscinas, clubes e condomínios devem manter atividade individual, com no máximo uma pessoa para 16 metros quadrados de área. Grupos com no máximo duas pessoas para cada instrutor e cartaz informando lotação. É proibido compartilhar equipamentos simultaneamente.

Esportes sem contato físico: quadras e condomínios têm autorização para jogos com no máximo quatro pessoas, sem contato e sem público. É exigido agendamento prévio, intervalo de 15 minutos entre jogos para higienização. Estão vedadas confraternização pós-jogo.

Transporte fretado: lotação de 75% dos assentos, com uso de máscara e ventilação.

Transporte coletivo: lotação de 60% do veículo, com uso de máscara e ventilação.

 

Fonte: Governo do Rio Grande do Sul

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Veranense

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais