Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
07:00:00
Conectado
09:00:00
 
 

Escola de educação infantil é investigada por suspeita de maus-tratos contra crianças, em Caxias

por Daniel Lucas Rodrigues

Caso está em posse da Polícia Civil desde o dia 1º de novembro. Processo corre em sigilo na Justiça

Registro do protesto realizado nesta segunda-feira (13/11) em frente da instituição
Foto: Rodrigo Fischer/Tua Rádio São Francisco

Uma escola particular de Educação Infantil está sendo investigada por suspeita de maus-tratos, em Caxias do Sul. O caso é apurado pela Polícia Civil, por meio da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), após denúncia realizada no dia 1º de novembro. A instituição fica localizada no bairro Desvio Rizzo.

Segundo apurações feitas pela reportagem da Tua Rádio São Francisco, a denúncia teria sido realizada por um dos pais dos alunos da escolinha, após ter acesso a vídeos das possíveis agressões aos pequenos. As imagens teriam sido obtidas por meio do próprio sistema de videomonitoramento da instituição. De acordo com fontes ligadas ao caso, o material em posse da Polícia Civil mostra imagens de quatro dias na instituição, com, pelo menos, 400 cenas de possíveis maus-tratos. Contatada pela reportagem, a DPCA afirma que o processo corre na delegacia, mas está em segredo de justiça.

Na segunda-feira (13/11), pais e familiares realizaram uma manifestação em frente à escolinha investigada. Havia pessoas com cartazes pedindo “justiça” e “chega de maus-tratos”. A reportagem ouviu uma das mães presente no protesto, que relatou um sentimento de impotência frente a situação. Ela apenas deseja que a justiça seja feita. Emocionada, ela diz não entender como algumas professoras conseguiam praticar esses atos com as crianças. (OUÇA AQUI O DEPOIMENTO)

A Prefeitura de Caxias do Sul, por meio da Secretaria Municipal da Educação (Smed), se manifestou no início da semana sobre o caso. O Município tinha 34 vagas compradas na escolinha, com matrículas em ativo para todas elas. Conforme o Executivo, está sendo realizado um processo de transferência de 100% das crianças para novas instituições. Na semana passada, foi encaminhada a notificação de rescisão contratual (dois contratos) e cientificada a responsável legal pela escolinha.

Conforme o titular da pasta de Educação, Edson da Rosa, a permissão ou não para funcionamento de escola particular é de competência do Conselho Municipal de Educação (CME), que é um órgão autônomo e independente da administração municipal. No presente caso, a instituição encontra-se autorizada a funcionar pelo CME, conforme parecer número 021/2021. (OUÇA AQUI A DECLARAÇÃO)

De acordo com a Prefeitura de Caxias, duas funcionárias que estariam envolvidas nos maus-tratos foram desligadas do local.

A reportagem da Tua Rádio São Francisco procurou a escolinha investigada para um posicionamento. Até o fim desta matéria, não houve retorno por parte da instituição.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio São Francisco

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais