Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
00:00:00
Igreja no Rádio
05:00:00
 
 

Cookies e Política de Privacidade
A Tua Rádio utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Caxias do Sul chega a 118 focos do mosquito da dengue neste ano

por Daniel Lucas Rodrigues

Crescimento é de 337% em relação ao ano passado, quando foram encontrados 27 criadouros

Foto: Divulgação/SMS

Caxias do Sul possui 118 focos do mosquito da dengue encontrados até o momento. As informações da Vigilância Ambiental em Saúde mostram que houve um crescimento de 337% em relação ao ano passado, quando foram descobertos 27 criadouros. Segundo a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) não houve casos confirmados da doença em 2021.

O bairro Cruzeiro concentra o maior número de focos, com 37, seguido pelo São José, que possui 20 criadouros. O restante é São Luiz da 6ª Légua e São Cristovão com oito focos; Reolon com sete; Petrópolis com seis; Charqueadas I e Nossa Senhora de Lourdes com cinco; De Lazzer e Tijuca com quatro; Bela Vista e Colina Sorriso com dois; e Charqueadas, Charqueadas II, Cristo Redentor, Desvio Rizzo/Jardim da Lagoa, Jardim América, Mariland, Pio X, Santa Fé, Santa Lúcia Cohab e Vinhedos – um foco.

A Vigilância Ambiental reitera o pedido para que a população faça a limpeza do pátio das moradias, porque a proliferação do mosquito é freada se forem eliminados pontos de água parada, onde o inseto se reproduz.

Os agentes de endemias da Vigilância em Saúde percorrem 225 pontos estratégicos, onde há grande possibilidade de gerar criadouros do inseto. Mesmo assim, a colaboração da população é fundamental: somente neste ano, por exemplo, a equipe já recolheu mais de 200 pneus deixados em via pública, que acumulam água e formam criadouros do mosquito. Além de transmitir dengue, o Aedes aegypti é responsável por transmitir dengue, zika vírus e febre chikungunya.

O telefone para denunciar locais com suspeita de focos do mosquito é o 156, do Alô Caxias.

Orientações para evitar a proliferação

- Limpar com escovação semanal o recipiente de água dos animais domésticos;

- Recolher o lixo do pátio;

- Colocar o lixo ensacado para ser recolhido pela Codeca;

- Recolher pneus inservíveis e armazená-los em locais secos e protegidos da chuva, ou encaminhá-los ao Ecoponto da Codeca;

- Tampar caixas d’água;

- Colocar telas milimétricas em caixas d’água descobertas, reservatórios de captação de água da chuva e nos ralos;

- Limpar as calhas;

- Semanalmente, lavar e escovar piscinas plásticas, trocando a água;

- Eliminar os pratinhos das plantas.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio São Francisco

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais