Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
05:00:00
Tá na Hora
07:00:00
 
 

SAMU de Caxias pretende realocar servidores do administrativo para atender suporte básico após surto de Covid-19

por Daniel Lucas Rodrigues

O setor possui 16 profissionais contaminados, impactando na falta de atendimento em uma unidade do serviço

Foto: Divulgação/Andréia Copini

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Caxias do Sul possui 16 profissionais diagnosticados com Covid-19, registrando mais um surto da doença na cidade. Em entrevista á Tua Rádio São Francisco, o diretor geral da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), Mário Taddeucci, afirma que a pasta está em uma investigação para descobrir a origem do contágio. Há uma hipótese de que os funcionários contraíram a doença em contato social com outros colegas, uma vez que muitos atuam em outros locais ligados à saúde.

É descartada a possibilidade da contaminação em horário de atendimento. O diretor afirma que todos os cuidados sanitários são tomados, como, por exemplo, a disponibilização de Equipamento de Proteção Individual (EPI) e a higienização das ambulâncias.

Até o momento, foram contabilizados dois médicos, duas enfermeiras, 11 técnicos de enfermagem e um condutor-socorrista com o vírus. Todos estariam assintomáticos ou com sintomas leves. Com isso, uma Unidade de Suporte Básico teve interrompido seu funcionamento. Porém, existem tratativas para recomeçar o trabalho. Taddeucci conta que serão deslocados colaboradores do setor administrativo para o atendimento, por meio de fornecimento de horas-extras. O SAMU possui 140 servidores.

Em Caxias do Sul, os testes para os profissionais da saúde são fornecidos pelo Laboratório Municipal da Central de Exames Complementares, em até 48 horas. Mas, Taddeucci afirma que os resultados dos colaboradores sairão em sete dias, através do Laboratório Central de Saúde Pública do Estado (Lacen). Segundo ele, houve um dano material na máquina que fornece os diagnósticos da doença, ainda na semana passada. O equipamento passou por reparos nesta terça-feira (11/08) e estará à disposição do Município nos próximos dias.

Ele reafirma que os funcionários ficarão em quarentena por 15 dias. No momento, o SAMU conta com cinco Unidades de Suporte Básico, duas Unidades de Suporte Avançado (a 2ª UTI Móvel entrou em operação em junho deste ano) e uma motolância.

Clique AQUI e confira a entrevista completa com o diretor geral da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), Mário Taddeucci.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio São Francisco

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais