Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
07:00:00
Conectado
09:00:00
 
 

Com novo equipamento, dobra o número de exames de HIV e outros realizados ao mês em Caxias

por Pablo Ribeiro

Equipamento de Biologia Molecular é utilizado na Central de Exames Complementares da Secretaria Municipal da Saúde (SMS)

Foto: Cristiane barcelos/SMS/Divulgação

Os resultados de exames que detectam a carga viral de HIV/Aids, hepatite C e outras doenças estão mais rápidos em Caxias do Sul, graças a um equipamento de Biologia Molecular utilizado na Central de Exames Complementares da Secretaria Municipal da Saúde (SMS).

Além de ter tamanho reduzido, a máquina substitui outras duas e diminui a necessidade de manuseio humano. O tempo de espera para o resultado dos exames, que com os equipamentos anteriores era de oito a nove horas, passou a ser de cerca de seis horas, o que otimiza e qualifica o tratamento e acompanhamento de doenças. Com o equipamento são possíveis resultados mais dinâmicos, o que proporcionou também o aumentar o número de testes realizados ao mês na Central de Exames Complementares, localizada na Secretaria Municipal da Saúde: são cerca de 1,3 mil mensais, para toda a 5ª Coordenadoria Regional de Saúde – antes eram cerca de 600 mensais, incluindo exames de HIV/Aids, hepatite C, clamídia e neisseria.

Os exames realizados pelo equipamento são testes de biologia molecular, não considerados de urgência. Mesmo assim, uma das grandes vantagens é que esse equipamento é muito mais rápido que qualquer outro, o que agiliza o trabalho dos servidores e qualifica o atendimento aos pacientes SUS. O equipamento, denominado Cobas 5800, ajudou a simplificar os fluxos de trabalho e as operações na Central de Exames. O aparelho foi fornecido pelo Ministério da Saúde por meio do Programa Nacional de Vigilância, Prevenção e Controle das IST e do HIV/AIDS.

A Prefeitura de Caxias também deve receber, nos próximos dias, um equipamento adquirido em processo licitatório para agilizar exames de ureia, creatinina, colesterol, glicose e hemoglobina glicada e outros, que deve se somar a outros já existentes na Central de Exames Complementares.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio São Francisco

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais