Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
18:00:00
Encontro Certo
19:00:00
 
 

Tanques de contenção de alagamento de Caxias do Sul têm capacidade para armazenar 66,1 milhões de litros de água pluvial

por Clayton Camargo

A cidade conta com seis piscinões e outros 96 reservatórios menores oriundos de novos loteamentos e de edificações individuais

Foto: Ícaro de Campos

Atualmente Caxias conta com seis tanques de contenção construídos pela Prefeitura: São José, Pôr do Sol, Parque da Festa da Uva (2 reservatórios), Fátima Baixo e Pio X. O Samae também construiu uma bacia de retenção no bairro Serrano. Outros 21 reservatórios menores são oriundos de novos loteamentos e 75 são de edificações individuais. No total, a cidade conta com 102 reservatórios de água pluvial.

De acordo com o Departamento de Manejo de Águas Pluviais (DMAP), da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (SMOSP), responsável pelo planejamento e gestão dos sistemas de manejo de águas pluviais do Município, a cada novo loteamento na cidade é exigido ao loteador a construção de reservatórios de águas pluviais de acordo com o tamanho da sua área. Além disso, o novo Código Municipal de Edificações estabelece que construções com área igual ou superior a 500m² também precisam instalar tanques de contenção.

Para o secretário de Obras e Serviços Públicos, Norberto Soletti, os tanques de contenção de alagamento têm uma importância significativa para a cidade. "Tive a oportunidade de colaborar na construção dos piscinões do Município e nos conforta saber que, onde atuamos, não tivemos mais problemas", ressaltou.

Os maiores tanques da cidade são os construídos pela Prefeitura e Samae. Juntos armazenam 58,6 milhões de litros de água. São eles:

Tanque de contenção do bairro São José: situado na rua Ricieri Picoli, foi construído em 2012 e tem capacidade de armazenar 27 milhões de litros de água. É o maior reservatório de água pluvial da cidade. Recebe água dos bairros Jardim América, Interlagos, Fátima, Sagrada Família, Presidente Vargas, De Lazzer, Saint-Etienne e Século XX, previnindo alagamentos no São José, Santa Catarina, Tijuca e Reolon.

Tanque de contenção do bairro Pôr do Sol: foi construído em 2013 e tem capacidade para armazenar 2,3 milhões de litros de água. O reservatório é coberto por uma superfície utilizada como área de lazer e fica situado na Rua Venâncio Antônio Guaresi. Recebe água do próprio bairro e de parte do Pioneiro, prevenindo alagamentos no próprio bairro, parte do Pioneiro e São José.

Tanque de contenção do Parque da Festa da Uva (2 reservatórios): foi construído em 2014 dentro do parque e contou com investimento de mais de R$ 350 mil. Tem capacidade para armazenar 500 mil litros de água. Capta água do próprio parque, diminuindo a vazão de água que escoa para o São José.

Tanque de contenção do Fátima Baixo: situado na Av. Dr. Mário Lopes, foi construído em 2016 e teve investimento de R$ 1,4 milhão. Consegue armazenar 20 milhões de litros de água. Paralelamente também foi construída uma nova galeria com aproximadamente 500 metros de extensão e investimento de R$ 2,1 milhões, fazendo a ligação da via com o tanque. No total, o investimento nas duas obras de drenagem (tanque e galeria) do Fátima Baixo foi na ordem de R$ 3,5 milhões. Recebe água do Fátima, Nossa Senhora do Rosário, Parque Oásis e Centenário, prevenindo alagamentos no Fátima Baixo e São José.

Tanque de contenção do bairro Pio X: foi construído em 2016 e teve investimento de cerca de R$ 3 milhões. Consegue armazenar 4 milhões de litros de água. O tanque tem a função de conter as águas da chuva captadas de parte dos bairros Centro, Madureira, Exposição, Nossa Senhora de Lourdes, Jardelino Ramos e Jardim América, para evitar alagamentos nas regiões mais planas, como São José, Pio X e Santa Catarina.

Bacia de retenção do Samae: localizada no bairro Serrano, a bacia foi ampliada em 2015 e consegue armazenar 4,83 milhões de litros de água. Coleta água do Serrano e parte do Jardim Eldorado, prevenindo alagamentos na parte baixa do Serrano.

MAIS QUATRO PISCINÕES SERÃO CONSTRUÍDOS

A Prefeitura vai investir mais R$ 25 milhões oriundos de financiamento do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) para a construção de mais quatro tanques de contenção. São R$ 23.740.000,00 de financiamento e R$ 1.250.000,00 de contrapartida do Município.

Os novos reservatórios são o Villa Brazil (situado na rua Rogério Armando Issler, bairro Nossa Senhora das Graças; este reservatório é duplo - são dois piscinões), o De Lazzer (situado na rua Presidente João Goulart, bairro De Lazzer), e o da UCS (situado no Travessão Solferino, bairro Petrópolis). Eles vão impactar positivamente os bairros arredores e também a região de Galópolis, ajudando a conter o grande volume de água que desce para a região Sul da cidade.

Além disso, também está incluso no investimento a construção da canalização pluvial na Rua Eugênio Nicoletti e outras nos bairros São Caetano e Esplanada; a canalização pluvial na Rua dos Lírios e outras no bairro Charqueadas; e a contratação do estudo para elaboração do Plano Diretor de Manejo de Águas Pluviais do Município.

Conforme o diretor do DMAP, o engenheiro João Carlos Rosa, o Plano Diretor é uma ferramenta de gestão fundamental que visa o bem estar e a segurança da população, a preservação do meio ambiente e o desenvolvimento sustentável. "É um trabalho que vai abranger todo o Município, tanto o estudo das bacias urbanas como rurais. A partir desses estudos, dos diagnósticos apontados, poderão ser determinadas medidas a serem adotadas para prevenir eventos de alagamentos. É um estudo abrangente que envolve várias áreas, como o uso do solo e o meio ambiente", explica.

 

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio São Francisco

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais