Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
08:00:00
Missa Dominical
08:50:00
 
 

Atacante do Caxias, Tilica é alvo de injúria racial no jogo contra o São Luiz pelo Gauchão

por Pablo Ribeiro

Caso ocorreu nos minutos finais da partida, na noite desta segunda-feira (09)

Foto: Luiz Erbes/S.E.R Caxias/Divulgação

O atacante Tilica, do Caxias, afirmou ter sido alvo de injúria racial durante a vitória da equipe por 2 a 1 diante do São Luiz de Ijuí, na noite desta segunda-feira (09), no estádio 19 de Outubro, em Ijuí. A partida foi válida pelo complemento da segunda rodada do segundo turno do Campeonato Gaúcho.

O caso ocorreu nos minutos finais da partida. Tilica havia sido substituído quando teria sido chamado de macaco por um torcedor do São Luiz. O jogador reclamou para o árbitro da partida, Anderson Farias, que paralisou o jogo por cerca de 10 minutos.

 

O Caxias publicou uma nota oficial em seu site. Confira:

PRECONCEITO AQUI NÃO!!!

Nossa solidariedade ao atleta Tilica, que foi alvo de insultos racistas e de violência na partida desta noite. A S.E.R. Caxias vai estar ao lado dos nossos atletas e torcedores dando todo o suporte e tomando as devidas providências. Repudiamos qualquer ato preconceituoso e de violência no nosso ou em qualquer estádio. Força Tilica, estamos contigo!

 

A Federação Gaúcha de Futebol (FGF) também emitiu nota sobre o caso:

A Federação Gaúcha de Futebol vem a público manifestar repúdio aos comentários com teor racista proferidos por alguns torcedores do Esporte Clube São Luiz ao atleta Tilica, da Sociedade Esportiva e Recreativa Caxias do Sul, durante o segundo tempo da partida disputada na noite desta segunda-feira (9), no Estádio 19 de Outubro.

O árbitro, Sr. Anderson da Silveira Farias, tomou conhecimento do episódio e, seguindo as diretrizes da FIFA para acontecimentos desta natureza, determinou a paralisação imediata do jogo.

Há menos de dois meses, lançamos, em parceria com Ministério Público, Polícia Civil e OAB/RS, a campanha “Juntos – Contra a Violência e o Preconceito”, com o objetivo de combater hostilidades dessa ordem nos campos de futebol do Rio Grande do Sul.

Repudiamos qualquer ato de discriminação e reiteramos que recusamos o racismo em todas as suas formas de manifestação.

A FGF se compromete a providenciar o apoio necessário ao atleta e afirma que, tão logo a súmula e o relatório da partida estejam disponíveis, serão encaminhados ao Tribunal de Justiça Desportiva do Rio Grande do Sul para apuração e julgamento dos fatos.

 

O São Luiz, por meio de seu site também emitiu nota de repúdio:

NOTA DE REPÚDIO

O Esporte Clube São Luiz manifesta seu mais veemente repúdio aos atos de intolerância e de preconceito racial perpetrados contra o atleta Tilica,  da Sociedade Esportiva e Recreativa Caxias do Sul, durante a partida de hoje à noite, válida pelo Campeonato Gaúcho de 2020. 

É inadmissível que no ambiente desportivo, cuja característica principal é a agregação entre os povos, tenhamos que conviver com atitudes criminosas de discriminação contra atletas de futebol ou a quaisquer outros envolvidos. 

O Esporte Clube São Luiz está atento as práticas de atos de racismo e não tolerarão as mesmas, denunciando às entidades autoridades competentes, bem como exigindo sua mais firme apuração de responsabilidades. 

ESPORTE CLUBE SÃO LUIZ

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio São Francisco

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais