Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Em Alta
18:00:00
 
 

Começa o maior espetáculo do esporte mundial

por Andressa Boeira

Cerca de 10.500 atletas de 206 países participam da Olimpíadas no Rio de Janeiro

Maracanã: estádio iluminado por show de fogos de artifício durante ensaio geral da cerimônia de abertura dos jogos
Foto: Comitê Rio 2016/Divulgação

Depois de protestos, denúncias de irregularidades nas obras, reclamações de atletas pelas más condições das acomodações, reparos emergenciais, prisão de grupo “amador” ligado ao terrorismo, começam na sexta-feira 5 as Olimpíadas 2016, no Rio de Janeiro.

A cerimônia de abertura, um dos momentos mais esperados dos jogos, inicia as 20 horas, no estádio do Maracanã. Até cerca de 23 horas, 12 mil voluntários, sob a coordenação da coreógrafa Deborah Colker e outras 250 pessoas que trabalharam no processo de criação do espetáculo de abertura – e também de encerramento -, apresentam ao público a história do povo brasileiro, desde os costumes indígenas no país até a chegada dos asiáticos por aqui, passando pela colonização europeia e a riqueza cultural africana até a urbanização das cidades.

A direção artística da cerimônia está a cargo dos diretores de cinema Fernando Meirelles e Andrucha Waddington, da artista plástica e carnavalesca Rosa Magalhães e da cineasta e figurinista Daniela Thomas. Abel Gomes, cenógrafo, é responsável pela produção executiva. A estimativa é que a abertura seja vista por 3 bilhões de pessoas ao redor do planeta. Um dos desafios da equipe de organização das cerimônias de abertura e encerramento foi o orçamento, que este ano caiu pelo menos 30%, quando comparado ao valor gasto nas últimas Olimpíadas, sediadas em Londres.

A cerimônia de abertura é sempre surpresa para os espectadores, mas sabe-se que, no Rio, haverá o voo do 14-Bis, a projeção de uma favela e até a simulação de um assalto à modelo Gisele Bündchen, tudo com ritmos brasileiros, dos clássicos da bossa nova ao rap e funk.

Ao todo, mais de 200 delegações participarão do desfile oficial. Os atletas brasileiros desfilam com trajes criados pela estilista Lenny Niemeyer, que ressaltam a elegância tropical. Yane Marques, pentatleta, medalha de bronze em Londres (2012), será o porta-bandeira da delegação verde-amarela. Este ano, o Comitê Olímpico do Brasil (COB) inovou na escolha do responsável por carregar o pavilhão do país. Serginho foi eleito através de votação popular.

Antes da cerimônia oficial de abertura das Olimpíadas 2016, os espectadores poderão assistir a um pré-show, a partir das 19h15, com artistas brasileiros. Entre eles, Gilberto Gil, Caetano Veloso, Elza Soares, Anitta e a funkeira Ludmilla.

 

Jogos reúnem 42 modalidades

De 5 a 21 de agosto, mais de 10.500 atletas de 206 países competirão em 42 modalidades esportivas, em 306 provas disputadas em 32 arenas espalhadas pelo Rio de Janeiro. O calendário de competições dos Jogos Olímpicos 2016 promete grandes emoções já nos primeiros dias. Com competições simultâneas de 25 das 42 modalidades, torcedores poderão curtir a cerimônia de abertura e até 55 disputas por medalhas em apenas cinco dias.

Já no dia seguinte à abertura, sábado 6, 21 modalidades fazem sua estreia nos Jogos Rio 2016, com disputas por medalhas rolando nas quatro regiões de competição. Tudo isso com direito a um passeio pelas melhores paisagens do Rio do Janeiro na prova de estrada masculina, um duelo de espadas na esgrima feminina, judocas na luta pelo ouro em duas categorias, miras certeiras no tiro esportivo e no tiro com arco e nada menos do que quatro finais da natação. Além disso, alguns dos torneios mais populares dos Jogos começam neste dia, como é o caso do basquetebol, do tênis e da natação, além das primeiras partidas do voleibol e handebol feminino.

Rússia – Este ano, o escândalo de doping generalizado que envolveu atletas e governo da Rússia, tira dos Jogos Olímpicos dezenas de atletas russos flagrados ou acusados de dopping, que tiveram sua participação proibida pelas respectivas federações esportivas internacionais. Entre os vetados, a equipe de atletismo, além de ciclistas, halterofilistas, remadores, nadadores etc. Às vésperas da abertura dos jogos, ainda não se sabia o número exato de atletas russos que participariam das competições. A restrição vale também para atletas russos paralímpicos.

 

Delegação do Brasil é recorde

A delegação brasileira terá 465 atletas, um recorde do país - 209 mulheres e 256 homens. As modalidades majoritariamente individuais com mais atletas representando o país-sede serão atletismo (67) e natação (33). Entre as coletivas o handebol (28), polo aquático (26) e futebol (36). Já as com menor número de atletas são o ciclismo pista e ginástica de trampolim, ambas masculinas e com apenas um competidor.

Em cinco modalidades, o Brasil fará a estreia: badminton, ginástica de trampolim, golfe, hóquei sobre grama e rúgbi. O país, por ser sede, tem vaga garantida em todas as modalidades. Porém, o hóquei sobre a grama feminino não obteve vaga, por não atender aos critérios mínimos estabelecidos pela federação internacional.

A atleta mais jovem é Bruna Takahashi, que, com 16 anos, buscará uma medalha no tênis de mesa. A mais velha é Janice Gil Teixeira, 54 anos, do tiro esportivo.

O Comitê Paralímpico Brasileiro convocou 278 atletas. É a maior delegação paralímpica do país (181 homens e 97 mulheres) e, pela primeira vez, o Brasil terá representantes nas 22 modalidades. Os Jogos Paralímpicos serão de 7 a 18 de setembro.

 

R$ 2,7 bi ao turismo

Os Jogos Olímpicos e Paralímpicos deverão gerar receita em torno de R$ 2,7 bilhões para o setor turístico do estado do Rio de Janeiro, por meio dos gastos dos turistas brasileiros e estrangeiros. Conforme estudo da Confederação Nacional de Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), a entrada desses recursos significará aumento de 18,8%, em termos nominais, em comparação com igual período do ano passado. “Descontada a inflação, o aumento real de receita alcançará 10% durante os dois meses de Jogos”, afirmou o economista Fabio Bentes.

Os cálculos indicam que cada visitante estrangeiro vai deixar no RJ o equivalente a R$ 3.089,00. “Entre brasileiros e estrangeiros, estima-se 1,4 milhão de turistas circulando e consumindo na cidade", completou.

Devem ser contratadas em caráter temporário 4.080 pessoas para trabalhar formalmente no bimestre, o que representa 1% da força de trabalho do setor. Garçons, motoristas e cozinheiros são os profissionais mais demandados. 

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio São Francisco

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais