Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
05:00:00
Tá na Hora
07:00:00
 
 

Obras do Aeroporto Regional da Serra Gaúcha iniciarão de forma oficial em 2021

Baixar Áudio por Rodrigo Fischer

Conforme o secretário de Planejamento, o ano de 2020 será para a construção do projeto básico

Foto: Seplan/Divulgação

As tratativas para a construção do Aeroporto Regional da Serra Gaúcha ganharam novos capítulos, nesta semana. Em Brasília, a Prefeitura de Caxias do Sul assinou o Termo de Compromisso que garante o repasse de R$ 200 milhões para as obras. O documento foi assinado entre o prefeito Daniel Guerra e o secretário Nacional de Aviação Civil, Ronei Saggioro Glazmann

A solenidade marcou a intenção do Executivo em iniciar o processo licitatório ao longo do ano que vem. O edital será separado em três etapas: o projeto básico, o projeto executivo e a execução das obras. Conforme o secretário de Planejamento (Seplan), Fernando Mondadori, o objetivo é lançar a licitação em forma de contratação global, ou seja, designar apenas uma empresa para as três fases.  Ele ainda ressalta que as obras estão previstas para iniciar em 2021, pois o desenho da planta do aeroporto necessita de seis meses para ser finalizado.

Uma questão a ser lembrada são as desapropriações de áreas. O Município precisa de R$ 20 milhões para essa parte, que dependeria de um repasse do Governo do Estado, porém sem retorno. Com a falta da verba estadual, a Prefeitura enviou á Câmara de Vereadores um projeto de lei que permite um financiamento de R$ 30 milhões junto a Caixa Federal, pois esse estágio necessita de finalização até o primeiro semestre de 2020.  O titular da pasta afirma que uma solução seria o Executivo estadual pagar a operação de crédito ao banco público, colocando que teria que ocorrer um diálogo para resolver a questão.

Outra demanda são as licenças ambientais. O Estudo de Impacto Ambiental e do Relatório de Impacto Ambiental (EIA/RIMA) está em análise final na Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam). Terminada esta fase, o poder público pretende realizar a audiência pública prevista para janeiro e fevereiro de 2020, o que permite a emissão da licença prévia.

Passado todo o processo, Modadori visualiza que o Aeroporto Regional irá impactar no desenvolvimento turístico da Serra Gaúcha e mudar a logística dos 53 municípios contemplados com o empreendimento.

O novo aeroporto deverá possuir mais de quatro mil metros quadrados, 500 vagas para estacionamentos e um pátio onde caberão aviões em oito posições. O intuito é atender um milhão de passageiros por ano.

(Ouça a entrevista no "Ouvir notícia" abaixo da manchete).

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio São Francisco

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais