Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
05:00:00
Tá na Hora
07:00:00
 
 

Audiência Pública aponta grafeno como possível caminho para o desenvolvimento do RS

por Pablo Ribeiro

Reunião virtual ocorreu nesta segunda-feira (9/8)

Foto: Claudia Velho/UCS/Divulgação

Audiência pública da Comissão de Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia, realizada nesta segunda-feira (9/8), apontou a utilização do grafeno como possível caminho para o desenvolvimento econômico e social do estado.

Na audiência, proposta pelo presidente da Comissão, deputado Carlos Búrigo (MDB), foi apresentada a UCS Graphene, a primeira e maior planta de produção de grafeno em escala industrial da América Latina. Conectada ao parque de ciência e tecnologia e inovação da Universidade de Caxias do Sul (UCS), a unidade opera desde abril deste ano com capacidade de produção de até 500 Kg/ano. A UCS Graphene resulta de 15 anos de pesquisa da universidade em nanomateriais.

O coordenador da UCS Graphene, Diego Piazza, afirmou que a partir do grafeno se vislumbra uma nova era de materiais e que seu uso é incomensurável. Ele destacou que a UCS Graphene tem domínio da produção e hoje se conecta com empresas nacionais e de países como Japão, Singapura, França e Portugal. Conforme Piazza, através deste trabalho, o estado tem condições de ser competitivo com qualquer outro lugar do mundo e se posiciona como referência nacional e internacional no setor.

O professor salientou também que a utilização do grafeno está em consonância com os 17 objetivos de desenvolvimento sustentáveis (ODS) estabelecidos pela ONU, que compõem uma agenda mundial para a construção e implementação de políticas públicas que visam guiar a humanidade até 2030.

O reitor da UCS, Antônio Kuiava, relatou que o todo o projeto de produzir grafeno em escala industrial e o desenvolvimento de sua aplicação foi desenvolvido em parceria com empresas. "Nossa área de nanomateriais produziu tecnologia para produtos competitivos, e assim atrair novas empresas para a região." Kuiava solicitou iniciativa para que o grafeno e outras tecnologias tenham legislação tributária específica.

O secretário estadual de Inovação, Ciência e Tecnologia, Luís Lamb disse que o trabalho com nanomateriais é essencial ao desenvolvimento do RS, transpassando o posicionamento econômico diferenciado para atingir melhores condições de vida para população. Ele anunciou que nos próximos 30 dias serão publicados editais do INOVA RS contemplando essa área de materiais.

Grafeno

Material obtido através do grafite natural, o grafeno é uma folha plana de átomos de carbono, dispostos em estrutura cristalina. Ele é o material mais leve, resistente e fino que existe, com elevada condutividade térmica e elétrica, sendo considerado pela comunidade científica um dos maiores recursos da atualidade para aplicações em alta tecnologia, com potencial de incrementar inúmeros produtos presentes no cotidiano de milhões de pessoas. Pelas suas características distintas são conhecidos 45 campos industriais para aplicação, que passam por revestimentos avançados, materiais inteligentes, equipamentos de segurança, medicina regenerativa, metais, polímeros e cerâmicas.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio São Francisco

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais