Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
12:10:00
No Ponto
14:00:00
 
 

A mãe que usou da perda da filha para ajudar crianças hospitalizadas em vulnerabilidade social

Baixar Áudio por Rodrigo Fischer

A caxiense Jéssica Zarnott auxilia internados do Hospital Geral. Projeto se chama Maria Alice Amigos do Peito, em homenagem a filha

Foto: Divulgação

A perda de um filho representa a solidão e a incompreensão para os pais, uma vez que deixa de ser o ciclo natural da vida. Neste ano, para a caxiense Jéssica Zarnott perder Maria Alice, de cinco anos, por conta de complicações na saúde devido à má formação do coração, foi essa união de sentimentos. Hoje, ela usa o espaço deixado pela filha para ajudar famílias de crianças internadas no Hospital Geral, que estão em situação de vulnerabilidade social.

O projeto tem um nome: Maria Alice Amigos do Peito. A iniciativa foi criada em um grupo de WhatsApp, que conta com 40 colaboradores. O processo para ver qual família necessita de auxílio é realizado dentro do hospital, uma vez que a filha de Jéssica efetuava o tratamento no espaço, o que facilitou o contato com outras crianças. A moradora do bairro Reolon conta que duas famílias já foram ajudadas com cestas básicas. Em uma delas, a criança precisava de um leite especial que foi obtido pelo projeto.

“Por elas [crianças], encontramos famílias em casos de negligência. Algumas que visitamos, conhecemos os quadros das crianças, que são graves, e também vimos que faltava alimentação e leite especial para um dos pequenos. Falei com os colaboradores do projeto e conseguimos fazer uma cesta básica. E juntos, conseguimos esse leite que a menina precisava.”, conta.

Precisam de doações de alimentos

Os colaboradores se deslocam até a casa das famílias para ver qual a maior necessidade no momento. Além da alimentação, o grupo pretende ajudar na parte financeira, como na compra de medicamentos e roupas para as crianças.

“O projeto já está analisando mais cinco e seis casos de crianças com problemas de saúde. Mas nem todas precisam de alimentação, algumas necessitam de medicamentos, roupas, calçados e passagens para fora da cidade, pois muitas crianças fazem acompanhamento em Porto Alegre. Então, vamos à casa da família e procuramos conhecer a maior necessidade, até porque são carências diferentes.”, revela.

Em dezembro, Jéssica revela que possui uma ação para o Natal, em que será montada uma ceia aos internados no hospital. Ela afirma que também vão passar a véspera da data com as crianças.

“A gente foi fazer umas visitas no Hospital Geral e vimos que lá tem um setor de crianças que é bem carente de atenção e companhia da família. É o setor de psiquiatria. Acabamos optando por montar uma ceia para as crianças e passar o Natal com elas. Planejamos chegar ás 20h e ficar até a meia-noite no hospital. Queremos fazer uma ceia bem família.”, afirma.

Para quem quiser ajudar, o grupo necessita de doações de alimentos, uma vez que será realizada a montagem de 50 cestas básicas para doar ás famílias também no Natal. O ponto de coleta se encontra no centro de diagnóstico Vero Dellaudo, na Rua Júlio de Castilhos, nº 2281, bairro Centro.

(Ouça as entrevistas no "Ouvir notícia" abaixo da manchete).

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio São Francisco

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais