Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
12:10:00
No Ponto
14:00:00
 
 

FAS organiza transferência de moradores abrigados nos Pavilhões da Festa da Uva para próxima semana

Baixar Áudio por Daniel Lucas Rodrigues

Novo abrigo foi montado no antigo prédio do CAPS Reviver, no bairro Cinquentenário. A presidente da fundação conta que um dos motivos para a mudança é pela diminuição do número de moradores em situação de rua na cidade

Foto: Luiz Chaves/Divulgação

 A Fundação de Assistência Social (FAS) pretende organizar, até a próxima semana, a transferência dos moradores de rua abrigados nos Pavilhões da Festa Uva para o antigo prédio do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) Reviver, no bairro Cinquentenário, em Caxias do Sul. Em entrevista à Tua Rádio São Francisco, a presidente da entidade, Marlês Sebben, explicou que um dos motivos da mudança é pela diminuição dos números de pessoas sem residência no município.

A FAS apresentou que, em janeiro, a cidade contabilizava 741 moradores de rua. Destes, 277 retornaram para suas cidades de origem, restando 464 que precisariam de abrigo em meio à pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Conforme Sebben, essa foi a explicação pela escolha dos pavilhões, uma vez que teria espaço para cerca de 700 pessoas. Inicialmente, 226 aceitaram o acolhimento. Somado a isso aumentaram as buscas espontâneas no espaço. Passado cerca de dois meses, sobraram 33 pessoas no abrigo, pois, a maioria, retornou para suas casas, encontrou um novo lar ou preferiu sair após o recebimento do auxílio emergencial pelo governo federal.

A mudança terá apoio da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Proteção Social (SMSPPS) e do 3º Grupo de Artilharia Antiaérea. Eles serão responsáveis pelo transporte da mobília ao novo local, que poderá receber até 50 pessoas. As equipes de segurança, do Centro POP e da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), alocadas nos pavilhões, também irão ao prédio no Cinquentenário.

“O problema que temos é a Covid-19. Neste local, não podemos aceitar a busca espontânea, pois se deve passar por uma avaliação médica para ver o estado de saúde do morador. Não podemos colocar em risco todos os demais.”, detalha.

Clique na aba “Ouvir Notícia” e confira os detalhes da transferência com a presidente da FAS, Marlês Sebben, em entrevista aos repórteres Rodrigo Fischer e Isadora Martins.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio São Francisco

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais