Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
20:00:00
Tua Essência
23:59:00
 
 

Trote Solidário incentiva estudantes gaúchos de medicina a arrecadarem alimentos e doarem sangue

Baixar Áudio por Rodrigo Fischer

Em Caxias do Sul, ação ocorre com alunos da UCS. Evento é promovido pelo Sindicato Médico do Rio Grande do Sul para tentar diminuir a violência em ritos de iniciação nas universidades

Divulgação/ Simers
Foto: Divulgação

Os trotes de universidades são marcados pela realização de desafios que, muitas vezes, causam constrangimento e tornam-se abusivos aos recém-chegados nesse ambiente. Para mudar essa visão, o Núcleo Acadêmico do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers) realiza o Trote Solidário para todos os estudantes de medicina do Estado. A iniciativa chega a Caxias do Sul nos dias 16 e 17 de agosto, na Universidade de Caxias do Sul (UCS).

O programa existe desde 2008, com o objetivo de mobilizar alunos do curso de Medicina para a realização de ações solidárias, que envolvem arrecadação de alimentos não perecíveis para o Banco de Alimentos da cidade, doação de sangue para o Hemocentro local e a angariação de tampinhas plásticas para o Instituto de Câncer Infantil do Estado. Além disso, vem para combater a violência que ocorre nesses eventos para os novos alunos. É o que também afirma o diretor de projetos especiais do sindicato, Vinicius de Souza. “A entrada na faculdade de medicina tem que ser marcada por um momento bom, de boas memórias. Mas, infelizmente, não é isso que acontece. Em sua grande maioria, os alunos são recebidos com trotes violentos e humilhantes, que acabam marcando uma das etapas mais importantes da vida do aluno. Pensando nisso, resolvemos criar o Trote Solidário para marcar esse momento, aproximando o estudante do que é ser médico de verdade, que é pensar no próximo e trabalhar em prol das pessoas.”, comentou.

Essa é a segunda etapa do projeto, que vai incluir 14 universidades de 12 cidades gaúchas (Porto Alegre, Lajeado, Caxias do Sul, Santa Cruz, Canoas, Novo Hamburgo, São Leopoldo, Santa Maria, Pelotas, Passo Fundo, Uruguaiana e Ijuí). Em Caxias do Sul, a arrecadação de alimentos ocorre no sábado (17), em diversos supermercados da cidade, e a doação de sangue acontece durante todo o trote, no Hemocentro. Vinicius ainda detalha como ocorreu a organização do evento na cidade. “A organização do trote começa bem antes. Já em julho, os nossos estudantes de Porto Alegre se reuniram com os representantes de Caxias do Sul, que são os veteranos da UCS, para planejarem o evento na cidade,”, comentou Souza.

Ele ainda comentou a importância do projeto para os estudantes de medicina do município. “A ideia é fortalecer essa relação entre a medicina e a comunidade. Mostrar, desde o primeiro dia de aula, que as relações humanizadas com seus pacientes são o bem mais precioso e precisam ser preservadas.”, ressaltou.

O Trote Solidário está na sua 17ª edição, sendo divido em duas etapas durante o ano. Na primeira fase deste ano, foram totalizados 575 doadores de sangue, angariados 40 mil toneladas de doações e arrecadados 500 quilos de tampinhas plásticas.

(Ouça a notícia abaixo do título da matéria).

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio São Francisco

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais