Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Programa de Domingo
19:00:00
 
 

Moradores do Vila Verde II lotam plenário para debater pedido de reintegração de posse

por Caroline Rosa

Se acatada, decisão deixará 160 famílias desabrigadas

Foto: Márcio Schenatto

A Comissão de Direitos Humanos, Cidadania e Segurança (CDHCS) da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul promoveu debate sobre a reintegração de posse no loteamento Vila Verde II na noite desta terça-feira (06). A medida pode afetar 160 famílias que ocupam o espaço desde 2008. Segundo a associação de moradores do loteamento, 70% de quem vive lá têm menos de 16 anos de idade.

A decisão judicial foi tomada no dia 20 de dezembro de 2017 para a desocupação voluntária dentro de 15 dias, mas com o recesso judiciário, a data foi estendida até 5 de fevereiro. Mais de 200 moradores participaram da reunião na Câmara, que foi conduzida pela vereadora Denise Pessôa/PT.

Além dos moradores e dos integrantes da CDHCS, líderes de outras instituições compareceram ao encontro, como a Diretora de Proteção Social Básica da Fundação de Assistência Social (FAS), Heloisa Teles e o  diretor jurídico da União de Associações de Bairros, Lucas Diel.

O vereador Rafael Bueno/PDT, integrante da Comissão de Direitos Humanos, participou da reunião e citou exemplos de projetos na área de habitação, como o Rota Nova, que realocou 420 famílias que viviam às margens da Rota do Sol para conjunto habitacional.

Ao término do encontro, a vereadora Denise Pessôa sugeriu a formação de um grupo de trabalho para solicitar junto ao Ministério Público mais prazo. O grupo será constituído por cinco integrantes e vai se reunir na próxima sexta-feira (09).

Além da presidente , a CDHCS conta com os vereadores Chico Guerra/PRB, Felipe Gremelmaier/PMDB, Rafael Bueno/PDT e Renato Oliveira/PCdoB.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio São Francisco

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais