Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
09:00:00
Temática
12:00:00
 
 

Safra do pinhão deste ano será menor no RS, por razões climáticas

Baixar Áudio por Pablo Ribeiro

A redução varia de 20% a 60% com relação à safra passada, dependendo do município e da região

Foto: Fernando Dias/Seapdr/Divulgação

A safra do pinhão prevista para este ano será menor do que a do ano passado, que também já apresentou quebra. Condições climáticas desfavoráveis influenciaram na quebra da safra, especialmente o clima seco no período de desenvolvimento do pinhão. Segundo a extensionista rural da Emater/RS, Adelaide Juvena Kegler Ramos, em entrevista à Tua Rádio São Francisco, a redução varia de 20% a 60% com relação à safra passada, dependendo do município e da região. A Serra Gaúcha é a maior produtora de pinhão, com destaque para o município de São Francisco de Paula.

Ouça AQUI a entrevista completa.

O levantamento foi realizado pela Emater, em parceria com a Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr). A quebra na safra vai representar menos receita para famílias que têm no pinhão um complemento de renda ou para aquelas que tiram o seu sustento da atividade, e um preço maior para o consumidor, que parte dos R$ 6 por quilo na venda direta, podendo chegar a R$ 18 nos mercados. Segundo a extensionista, as pinhas e os pinhões que vêm sendo colhidos apresentam boa qualidade e sanidade. “Apesar de ser menor a safra, o pinhão está com boas condições em termos de tamanho. Vamos pagar mais caro pelo pinhão, mas ele estará em boa qualidade”.

Produto tradicional e característico na alimentação nesta época do ano, o pinhão já começou a ser colhido e comercializado na Serra. No Rio Grande do Sul, a liberação da colheita e venda ocorre desde o dia 15 de abril, conforme portaria normativa (DC-20) do Ibama, com o intuito de permitir a plena maturação das pinhas e a sua debulha natural, de forma a proteger a reprodução dos pinheiros e garantir a alimentação da fauna, que também auxilia na propagação da espécie, semeando as sementes.

A safra do pinhão concentra-se no período de abril a junho, porém, devido à maturação das pinhas se dar em épocas diferentes, é possível encontrar pinhão ainda em agosto e, por vezes, meados de setembro, proveniente de variedades mais tardias. A colheita é feita de forma manual, através da coleta das sementes diretamente no solo ou pela derrubada das pinhas com auxílio de utensílios. “A natureza é sábia e proporciona a oportunidade de fazer a colheita de forma segura, através da debulha natural, ou seja, é quando o pinhão está em plena maturação”.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio São Francisco

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais