Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
00:00:00
Igreja no Rádio
05:00:00
 
 

Inquérito policial sobre possível intoxicação causada por gerador deve ser concluída em até um mês, afirma delegado

por Sofia Weber

O trabalho está sendo realizado pelo Instituto Geral de Perícias (IGP).

Foto: Polícia Civil de Vacaria

O Delegado de Polícia Anderson Silveira de Lima, que está a frente dos trabalhos de investigação sobre o caso onde uma mãe e três filhas morreram após possivelmente terem sido intoxicadas com gás proveniente de um gerador de energia em Vacaria, afirmou que à imprensa que o inquérito policial deverá ser concluído em até 30 dias. Segundo o delegado, a principal linha investigativa e a principal possibilidade dos eventos é de que as próprias vítimas teriam colocado o gerador de energia dentro da residência e o fizeram funcionar. Desta forma houve a emissão do gás carbônico que tomou conta da casa e levou ao óbito das quatro vítimas e resultou estado grave de outras três pessoas.

Para que o inquérito policial seja concluído será necessário a obtenção dos resultados das perícias de necropsia, da perícia criminal do local e da perícia no gerador. O trabalho está sendo realizado pelo Instituto Geral de Perícias (IGP).

Foram vítimas fatais desta ocorrência Cíntia de Moraes Costa (36 anos), Ana Júlia Costa da Silva (15 anos), Cíntia Maria Costa da Silva (11 anos) e Samara Hadassa Costa da Silva (três anos). Estão internados em estado grave na UTI pediátrica em um hospital de Santa Maria, Elias com nove anos e Vitória com sete anos de idade. O padrasto das crianças, Maike de 31 anos, segue internado na UTI do hospital de Vacaria.

Texto: Tua Rádio Fátima com informações da Polícia Civil

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Fátima

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais