Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Programa de Domingo
19:00:00
 
 

Cookies e Política de Privacidade
A Tua Rádio utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Profissionais da Segurança Pública terão vacinação antecipada

por João Pedro Minella

Ministério da Saúde emitiu nota técnica informando que irá enviar lote de doses exclusivamente para esse público

Foto: Rodrigo Ziebell/GVG
Foto: Divulgação

A mobilização do governo do Rio Grande do Sul e iniciativas de outros Estados e entidades obteve resultado para a priorização das forças de Segurança Pública no cronograma de Imunização contra o novo coronavírus. O Ministério da Saúde emitiu nota técnica Nº 297/2021 nesta quarta-feira (31) com alterações no Plano Nacional de Imunizações (PNI) autorizando a antecipação da vacinação dos profissionais de segurança.

Para isso, o Ministério da Saúde irá antecipar o envio de um quantitativo de doses direcionado exclusivamente para esse público. Ainda não foi informado pela União a quantidade de doses e a data de remessa, mas o governo gaúcho manterá o contato constante com a equipe técnica do PNI para efetivar a medida tão logo essas definições sejam conhecidas.

A preocupação em antecipar a vacinação dos agentes de segurança era manifestada pelo governo gaúcho desde o ano passado, ainda antes do início da vacinação. O vice-governador e secretário da Segurança Pública, delegado Ranolfo Vieira Júnior, enviou no dia 8/12/2020 ofício para o Ministro da Justiça e Segurança Pública externando preocupação com o plano divulgado e solicitando que os profissionais da segurança, que durante a pandemia atuam na linha de frente, fossem priorizados.

“É uma notícia extremamente positiva. Reflete o empenho que tivemos desde dezembro do ano passado, antes ainda da vacinação começar, em assegurar a imunização para os homens e mulheres da Segurança. Durante toda a pandemia eles mantiveram o trabalho na linha de frente de forma ininterrupta. É uma medida essencial, portanto, em primeiro lugar para proteger a vida desses profissionais, e também para assegurar a continuidade do trabalho de manutenção da ordem e combate à criminalidade”, afirmou Ranolfo.

O apelo foi renovado em novo ofício enviado em 5/3/2021 ao MJSP e ao Ministério da Saúde, assinado por todos os membros do Colégio Nacional de Secretários de Segurança Pública (Consesp).

No último dia 24, durante a assembleia virtual do Conselho Nacional de Secretários Estaduais da Saúde (Conass), os gestores estaduais, inclusive a secretária da Saúde, Arita Bergmann, também se posicionaram pela avaliação da antecipação da vacinação de profissionais das forças de segurança. Nessa reunião, ficou acertado que o assunto seria pautado na reunião da ultima segunda-feira (29/3) da Câmara Técnica do Ministério da Saúde. Nesta quarta-feira, a nota técnica foi publicada.

A partir da medida, a equipe técnica da Secretaria da Segurança Pública (SSP) irá aguardar as novas informações do governo federal, com quantitativo de doses reservadas para o grupo, para planejar a operacionalização da imunização dos profissionais das forças policiais.

As doses que serão encaminhadas pelo Ministério da Saúde atenderão operadores de Segurança Pública e salvamento que estejam diretamente envolvidas nas ações do enfrentamento à Covid-19, atuando em funções específicas de apoio às ações da pandemia. São os trabalhadores que fazem atendimento ou transporte de pacientes, resgate e atendimento pré-hospitalar, ações de vacinação e vigilância das medidas de distanciamento social. Os demais trabalhadores desse grupo serão vacinados seguindo o atual ordenamento do Plano Nacional de Imunizações (PNI).

 

Fonte: Secretaria Estadual de Segurança Pública

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Fátima

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais