Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
00:00:00
Igreja no Rádio
05:00:00
 
 

Prefeito estima prazo de 90 dias para liberação do empréstimo de R$7 milhões

por Aldoir Santos

Amadeu Boeira destaca que o prazo será maior para a compra de máquinas por causa da licitação

Amadeu Boeira esteve no Temática desta segunda-feira

O prefeito de Vacaria Amadeu Boeira (PSDB) estima que em um prazo de 90 dias esteja viabilizado o empréstimo de R$ 7 milhões para a compra de máquinas e a pavimentação asfáltica em pelo menos 38 trechos de ruas que passam o transporte coletivo urbano. O projeto foi aprovado pelos vereadores na semana passada. Amadeu Boeira destaca que no caso da aquisição das máquinas o prazo é um pouco maior por causa da licitação. De acordo com o Boeira as obras serão executadas pelas equipes da prefeitura. O prazo para pagamento desse empréstimo é de cinco anos com carência de dois. Os moradores das ruas contempladas que ganham até três salários minímos estão isentos da taxa de contribuição de melhorias.

O prefeito que concedeu uma entrevista no Temática dessa segunda-feira,08/04, disse ainda que por causa da queda da arrecadação tomou a decisão de buscar o empréstimo. Voltou a criticar a gestão passada que teria deixado dívidas inclusive por causa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do governo federal. O financiamento do PAC deverá ser quitado em um prazo de 20 anos. Amadeu destacou que foi aditivado para essas obras um valor de R$1,5 milhão mas que como os serviços não foram executados o dinheiro será usado agora para colocação de asfalto em outras ruas.

Deverão ser adquiridas para a secretaria de Obras duas patrolas, uma retroescavadeira e um caminhão caçamba. Os serviços de colocação de brita e outros nos acessos as propriedades que inicialmente seriam feitos no quinto distrito serão realizados na região da Ramada e depois na Fazenda da Estrela. Antes seriam executados pela equipe da Agricultura mas o prefeito decidiu que será a secretaria de Obras a responsável por estes serviços. Amadeu Boeira confirmou que como a arrecadação segue abaixo da projeção pro ano não será possível conceder reajuste nos salários dos servidores municipais.

Recentemente o partido do prefeito rompeu com o MDB, e os Progressistas também anunciaram que não fazem mais parte da base do governo. O PSDB tem como aliados atualmente o PSD, PPS e o PR. Amadeu Boeira informou que a secretaria da Agricultura que antes era destinada ao MDB terá apenas o diretor executivo. Na secretaria de cultura, esportes e lazer o chefe do executivo destaca que poderá ser nomeado um secretário em maio. Até lá seguirá o diretor-executivo como gestor da pasta. Amadeu pela primeira vez comentou a saída do MDB e disse que isso é coisa do passado, acrescentou que mantém um bom relacionamento com o vice-prefeito Renato Rech do MDB. Disse que não está pensando em siglas mas em pessoas competentes que possam colaborar com a administração.

A movimentação dos partidos já indica cenário de pré-campanha eleitoral. O prefeito entende que é muito cedo ainda para essas articulações. Ele destaca que até as convenções dos partidos poderão ocorrer mudanças. Amadeu disse que não é candidato mas que o PSDB irá indicar um nome para concorrer. Em um evento na escola Juventina Morena na sexta-feira passada o prefeito afirmou que vem recebendo pedidos da comunidade para concorrer.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Fátima

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais