Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
05:00:00
Tá na Hora
07:00:00
 
 

95 % de amostras de água no interior apresentaram problemas

Baixar Áudio por Leticia Giroto da Cunha
Foto: RD FÁTIMA

A água utilizada para consumo humano é um bem essencial que garante saúde e qualidade de vida à população, quando distribuída em quantidade suficiente e com qualidade que atenda ao padrão de potabilidade estabelecido na legislação vigente.Nesse sentido, o Programa Nacional de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano (Vigiagua), estruturado a partir dos princípios do Sistema Único de Saúde (SUS), desempenha um papel importante para garantir a qualidade e segurança da água para consumo humano no Brasil.

Segundo a agente de endemias da Secretaria de Saúde e responsável pelo Vigiágua, Sandra Ciota, o programa consiste no conjunto de ações adotadas continuamente pelas autoridades de saúde para garantir à população o acesso à água em quantidade suficiente e qualidade compatível com o padrão.

Ela ainda destaca que a potabilidade da água no município no perímetro urbano, nunca foi necessário intervenção, pois a Corsan desenvolve o trabalho dentro da normalidade. Com relação as empresas e pomares que disponibilizam água coletiva, eles tem como regra manter um clorador ativo. Já no interior, o programa desenvolve um monitoramento da água direto das fontes. A preservação das fontes e análise da qualidade de água, é feita através da secretária de saúde. Segundo a agente, 95 % de amostras no interior apresentaram problemas de infecção da água por bactéria.

A extensionista Aline Sbardelotto, destaca que a Emater tem autorização para orientar os produtores em como proceder na preservação de fontes no interior. Cada local tem uma regra diferente a ser seguida.

 

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Fátima

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais