Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
18:00:00
Encontro Certo
19:00:00
 
 

Alunos que não estão realizando atividades escolares estão sujeitos a reprovação

Baixar Áudio por Leticia Giroto da Cunha
Foto: RD FÁTIMA

Após quatro meses da suspensão das aulas na rede pública e privada de ensino, devido aos riscos por contágio de coronavírus, o governo do RS abre diálogo e propõe - com o apoio da Famurs – um calendário de retorno às aulas presenciais no Estado. Conforme explica a coordenadora regional de educação da 23ª CRE Cristina da Silva Boeira Fabris, a proposta inicial é que a volta às escolas inicie pelo ensino infantil a partir do dia 31 de agosto, seguido do ensino superior, técnico e só depois os anos finais do ensino fundamental e médio. No entanto, o calendário de retomada gradual dividiu opiniões. 

A coordenadora salienta que essas datas foram sugeridas porém as escolas não se apresentam preparadas, pois para que haja a volta dos alunos de forma presencial, as escolas terão que se adaptar para obedecer ao distanciamento mínimo exigido. Cristina ainda afirma, que os alunos estão recebendo material para estudar em casa, através das plataformas digitais ou buscando os trabalhos impressos na escola. O que levará a conclusão do ano letivo. E finaliza ressaltando que os alunos que não façam as atividades e não apresentem para a escola, estão sujeitos a reprovação. Além disso, os pais serão responsabilizados pelo Ministério Público e Conselho Tutelar.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Fátima

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais