Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Em Alta
18:00:00
 
 

Diretores afirmam que nova parada desestimula os alunos que haviam retornado às aulas presenciais na rede estadual de ensino

por Neto Ferreira

Aulas presenciais foram suspensas novamente após decisão judicial

Foto: Divulgação

As aulas presenciais das escolas estaduais foram retomadas no dia 27 de outubro mas já estão suspensas novamente. Devido a uma liminar obtida na justiça pelo CPERGS Sindicato, as atividades presenciais estão suspensas até o juiz apreciar o recurso do Governo do Estado. Entende-se que quem deve autorizar o retorno devem ser as autoridades sanitárias do município e não o Estado.

A Escola José Fernandes de Oliveira possui atualmente 920 alunos. No turno da manhã aproximadamente 1/3 dos estudantes optaram pela aula presencial, com exceção de uma turma do 3º ano do ensino médio que ninguém compareceu. No turno da noite também houve uma turma de 2º ano do médio que optou por não comparecer. O diretor Félix Bernardi informa que foram tomadas todas as medidas sanitárias recomendadas. Ele acredita que a adesão das aulas presenciais seria cada vez maior. Agora com a nova pausa, vira uma incógnita novamente.

Na Escola Bernardina Rodrigues Padilha atualmente 150 alunos estão em busca ativa, pois não retiraram ou não entregaram as atividades das aulas remotas. A diretora Marister Caon Rodrigues acredita que este número iria diminuir consideravelmente se as aulas presenciais tivessem continuidade. Ela acrescenta a importância do ensino presencial no curso técnico, especialmente nas aulas práticas.

Já no Instituto Estadual de Educação Irmão Getúlio a participação nas aulas online ocorreu de forma bastante significativa. O que resultou em baixa adesão no retorno das aulas presenciais. Mas para a Diretora Marilia Guazzelli, o retorno presencial foi um grande diferencial para o turno da noite. Tendo em vista que houve uma participação importante dos alunos que estudam no contra turno do trabalho.

Tendo em vista a suspensão das aulas novamente, as atividades voltam a ser exclusivamente remotas. A Procuradoria-Geral do Estado (PGE) informou que está analisando a decisão da Justiça.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Fátima

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais