Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
19:00:00
A Voz Do Brasil
20:00:00
 
 

Cookies e Política de Privacidade
A Tua Rádio utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Saiba como um gesto de honestidade de um fiscal do Consepro agitou as redes sociais

Baixar Áudio por Neto Ferreira

Jovem Deivid Santos devolveu uma carteira intacta para a dona

Foto: Tua Rádio

Um gesto de honestidade tomou conta das redes sociais nos últimos dias, protagonizado pelo jovem Deivid Santos, de 17 anos, fiscal do Consepro em Vacaria.

Deivid é morador do bairro Gaspareto, tem cinco irmãos, reside com o pai e trabalha há oito meses como fiscal do estacionamento rotativo pago do município. No contra turno do serviço, ele tem aulas no curso de técnico em agropecuária do Instituto Federal.

Em mais um dia normal de trabalho, Deivid vendia e fiscalizava os horários das cartelas nos veículos. Próximo às 11h, na rua Dr. Flores, ele vendeu para uma mulher e seguiu o roteiro normal. Ao retornar próximo àquele carro, observou que havia uma carteira no chão. Chovia naquela manhã, mas Deivid viu que a carteira não estava molhada, sinal de que o fato havia ocorrido há pouco tempo. Ele juntou e guardou em seu moletom, aguardando que o dono aparecesse.

Pouco depois, chegou conversar com comerciantes e ainda um pouco contrariado decidiu abrir a carteira para ver quem seria o dono. Em um cartão de crédito observou que se tratava de uma mulher e, possivelmente seria aquela que ele havia vendido a cartela anteriormente. Passado mais um tempo, ele viu que ela procurava algo desesperada pelo chão. Então ele foi até a moça e confirmou que a carteira era dela, sendo devolvida intacta para a dona. Que chegou oferecer uma recompensa para o jovem que, agradeceu e recusou.

Deivid participou do programa Conectado nesta manhã para contar essa história. Ele falou na oportunidade que ficou surpreso com a repercussão que o fato teve nas redes sociais, até porque estava apenas fazendo o correto. Devolvendo um objeto ao dono. Feliz, agradeceu por todas as mensagens que recebeu.

Episódios como esse, segundo Deivid são comuns no dia a dia. Condutores que esquecem os veículos abertos, ou até com a chave na ignição, dinheiro ou carteiras derrubadas. E os fiscais muitas vezes aguardam os donos retornarem para garantir a segurança dos veículos ou objetos.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Fátima

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais