Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
18:00:00
Encontro Certo
19:00:00
 
 

Emater completa 60 anos de assistência aos agricultores familiares

por Aldoir Santos

Em Vacaria haverá um café da manhã para convidados

Foto: Divulgação

No dia 2 de junho, a Ascar vai comemorar 60 anos de fundação. Para celebrar a data, a Instituição promoverá nos 494 municípios em que está presente, um Café Solidário aos seus colaboradores e parceiros. Também está prevista a divulgação de informações que mostram o desenvolvimento da agricultura familiar e do serviço de Assistência Técnica e Extensão Rural no Rio Grande do Sul ao longo destas seis décadas, com destaque para os principais programas e ações em que a Emater/RS-Ascar esteve envolvida, como a Operação Tatu ou Revolução Branca, por exemplo, que preconizava a aplicação de calcário para a melhoria da acidez e da fertilidade do solo. Em Vacaria ocorre um café no escritório na rua Dr. Flores no centro da cidade.

A Instituição mostrará ainda a evolução no número de produtores atendidos e as principais atividades às quais os agricultores familiares se dedicam, como a bovinocultura de leite. “Meu compromisso é fazer a Emater ser protagonista no planejamento do desenvolvimento dos municípios, das regiões e do Estado e continuar como uma ferramenta de transformação social do meio rural, levando novas tecnologias, conforto, renda e qualidade de vida ao seu público assistido”, afirma o presidente da Emater/RS, Clair Kuhn, falando sobre o desafio de comandar a Instituição.

“Levamos políticas públicas e desenvolvimento a mais de 220 mil famílias rurais, especialmente às mais pobres, em locais remotos em que muitas vezes só o extensionista chega com a inovação, o crédito rural e políticas sociais, garantindo a permanência do homem, da mulher e do jovem no campo”, explica que diretor técnico da Emater/RS, Lino Moura, que está há 37 anos na Instituição. “Do ponto de vista da gestão, são dois os principais desafios para o futuro. O primeiro deles é a permanência da imunidade tributária decorrente do Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social (Cebas), através do reconhecimento do trabalho de caráter social que realizamos no meio rural. O outro desafio é a garantia orçamentária para a prestação do serviço, dentro de um sistema federativo de distribuição de recursos para financiar a política de Aters pública. A contribuição significativa da agricultura familiar no PIB é a prova de que a Aters tem papel estratégico na economia do Estado e do país, por isso, merece um olhar diferenciado dos governos com aporte de mais recursos no orçamento”, destaca a diretora administrativa da Emater/RS, Silvana Dalmás, ao falar sobre os desafios para o futuro do serviço oficial de Assistência Técnica e Extensão Rural no Rio Grande do Sul.

Informações da Emater

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Fátima

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais