Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
05:00:00
Tá na Hora
07:00:00
 
 

Junho Vermelho: mês de enfatizar a importância da doação de sangue

por Rudimar Galvan

70% das bolsas de sangue do Serviço de Hemoterapia são de doadores regulares

No primeiro semestre de 2024, o Serviço de Hemoterapia registrou 4.470 doações de sangue
Foto: Divulgação/Ana Paula Koenemann - Comunicação HSVP

O Dia Internacional do Doador de Sangue, celebrado em 14 de junho, é muito significativo para o Serviço de Hemoterapia do Hospital São Vicente de Paulo de Passo Fundo. O momento é de agradecer aos voluntários que salvam vidas e também reforçar a importância de campanhas que incentivam novas doações.

No primeiro semestre de 2024, o HSVP registrou 4.470 doações de sangue, sendo que 70% delas foram por repetição. Os números são motivo de comemoração por parte da médica responsável do setor, Dra. Cristiane da Silva Rodrigues de Araújo, afinal eles comprovam que o trabalho de fidelizar doadores trouxe bons resultados ao hospital.

“Tornar a doação de sangue um hábito de vida das pessoas é um sonho na área da saúde. Para isso, campanhas permanentes que estimulam a doação na comunidade foram criadas ao longo dos anos. Um exemplo, recente, foi da Blitz da Doação de Sangue nas Escolas que buscou esclarecer dúvidas sobre a primeira doação entre os jovens de 16 e 17 anos. Só neste ano, tivemos 71 candidatos nesta faixa etária e isso é extremamente gratificante”, explicou a médica. 

ESTATÍSTICAS

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), menos de 2% da população brasileira tem o costume de doar sangue. No entanto, os hospitais precisam do hemocomponente para garantir procedimentos rotineiros como cirurgias, transplantes e o tratamento de pacientes onco-hematológicos. A campanha do “Junho Vermelho” é um marco de agradecimento aos voluntários que nos ajudam a manter os estoques em dia. Queremos demonstrar a nossa gratidão a todos esses heróis que, com certeza, ajudam e ainda vão ajudar a salvar muitas vidas”, disse a hematologista.

Além da doação tradicional, o Serviço também realiza ações para viabilizar a coleta de plaquetas por meio de um equipamento automatizado. Neste sistema, em 90 minutos, o sangue é captado por uma máquina que separa apenas as plaquetas, em seguida o sangue retorna ao organismo pelo mesmo acesso venoso. “Neste caso, um doador equivale de seis a oito doadores, sendo este componente fundamental para conter hemorragias”.

No momento, o Serviço de Hemoterapia possui um número suficiente de bolsas de todos os tipos sanguíneos para garantir os atendimentos. Mas como no inverno, geralmente, existe uma baixa procura de voluntários por causa do frio e das doenças respiratórias, o alerta que fica é para que as pessoas façam suas doações antes da aplicação das vacinas ou no período de 15 dias após o fim dos sintomas gripais. 

FAÇA A SUA DOAÇÃO DE SANGUE

Para doar sangue o candidato precisa estar bem de saúde, alimentado, ter tido uma boa noite de sono e pesar acima de 50 kg. O processo é o mesmo para todas as idades, no entanto, quem tiver 16 e 17 anos precisa apresentar um termo de consentimento assinado ou estar na presença dos pais ou responsáveis. O documento obrigatório está disponível no link https://hsvp.com.br/download-de-documentos na aba termo de consentimento livre e esclarecido.

O Serviço de Hemoterapia é responsável por suprir as necessidades de todo o Hospital que, atualmente, é referência em atendimento de saúde para mais de dois milhões de habitantes das regiões norte e missioneira. Quem quiser fazer uma doação deve procurar o serviço localizado na Rua 15 de Novembro, no prédio da Radioterapia – nº 485, 5º andar. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira das 8h às 14h. Mais informações pelo telefone (54) 3316 4087.

 

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Cacique

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais