Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
 
 

Tapejara irá sediar Campeonato Sulbrasileiro de Futebol de Mesa

Baixar Áudio por Luiz Calderan

O município já recebeu outras edições de campeonatos estaduais de futebol de mesa

Foto: Tropicália Produções/Reprodução

Dia 14 de fevereiro é comemorado o Dia do Botonista. Botonista, é o atleta que pratica o Futebol de Mesa — também chamado de Futebol de Botão. Alguns conheceram a atividade apenas como uma brincadeira de criança. O que era só mais um passatempo, virou esporte. Há distante 65 quilômetros de Lagoa Vermelha, em Tapejara, um clube bastante cativante reúne adultos apaixonados por esse futebol alternativo. E a cidade de Tapejara sediará, em março, o IX Campeonato Sulbrasileiro de Futebol de Mesa (Regra "12 Toques"). 

João Paulo Gardelin, professor universitário e atleta da Associação Hortenilense de Futebol de Mesa (AHFM), clube de Tapejara, é um dos "cabeças" do desporto no Estado e concedeu entrevista a Tua Rádio Cacique. Gardelin, conhecido no meio botonista como "JP", é atual vice-campeão gaúcho da modalidade "12 Toques", e explicou sobre o funcionamento do torneio, que ocorre nos dias 09 e 10 de março. "Pela primeira vez o Sulbrasileiro estará acontecendo em Tapejara. E como envolve os três estados do Sul, a cada ano um estado é responsável por organizar o campeonato. Todas as edições anteriores que aconteceram no Rio Grande do Sul, foram em Porto Alegre. Tapejara já sediou diversas edições de campeonatos estaduais, e esse é o maior certame de futebol de mesa que a cidade receberá".

O IX Sulbrasileiro vai reunir 36 atletas, sendo 18 na categoria Adulto e 18 na categoria Master (acima dos 48 anos). Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul terão seis jogadores em cada naipe. No dia 09, as disputas serão individuias para definir o melhor botonista do Sul do país, e no dia 10 acontecerá um campeonato paralelo — um torneio de Seleções Estaduais (competição em equipes). 

MODALIDADES DO FUTEBOL DE MESA

O Futebol de Mesa é um esporte complexo. Bem mais do que aparenta. Além da regra "12 Toques", existem outras variedades do jogo. "Na modalidade 12 Toques, uma vez que tu tem a posse de bola, o jogador vai poder acionar por 12 vezes os botões até concluir a jogada. Então, é uma modalidade bastante técnica, que exige bastante destreza. É jogado com uma bolinha esférica, uma miniatura de bola de bola de futebol", explica Gardelin.

O professor e atleta também fez menção sobre a regra "Um Toque", em que cada jogador aciona o botão justamente apenas uma vez — um jogo muito mais estratégico de acordo com JP. Para crianças que começam a pegar gosto pelo esporte, geralmente são iniciadas com a modalidade "Dadinho". Nesse formato de jogo é utilizado um pequeno dado ao invés da bolinha. "De qualquer forma, é um esporte que exige o contato humano, relacionamento, a aproximação, o manuseio de coisas físicas, o futebol de mesa propicia muito o desenvolvimento da coordenação motora fina, algo essencial para as crianças", complementa. 

ASSOCIAÇÃO HORTENILENSE? 

Quase um trava-língua. A Associação Hortenilense de Futebol de Mesa conta hoje em dia com mais de 15 associados, e nasceu após uma reunião entre primos que começaram a ficar curiosos, a pesquisar na Internet, e descobrir que existiam clubes que só tinham o Futebol de Mesa como esporte, federações que organizavam torneios estaduais, e a coisa foi aumentando. 

Em 2004, JP, os primos e os amigos, resolveram comprar uma mesa ofical para o jogo. Mas havia um problema: a mesa era grande demais. Foi aí que eles decidiram usar, como centro de treinamentos, o porão da casa da avó de JP, a dona Celestina Gardelin — a "vó Hortenila". E como homenagem a equipe leva o apelido da vó. "Associção Hortenilense". 

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Cacique

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais