Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
20:00:00
Tua Essência
23:59:00
 
 

Em alerta: Guaporé volta registrar aumento nos casos confirmados da Covid-19

por Eduardo Cover Godinho

125 pessoas estão com o vírus ativo. Em uma semana, número dobrou e voltou a preocupar as autoridades

Foto: Divulgação

Uma verdadeira montanha russa. Assim define-se o momento que estamos passando em virtude da pandemia do coronavírus (Covid-19). A doença, que mudou radicalmente a vida de todos ao redor do mundo, segue sendo combatida. Porém, nem sempre os esforços dos Governos Federal, Estadual e Municipal, em especial dos profissionais da área de saúde, surtem os efeitos esperados. Por vezes, a diminuição nos registros trouxe esperança e ânimo a todos, mas, como acontece neste momento, o aumento nos casos está preocupando.

O aumento no número de infectados e internados em decorrência da Covid-19 obrigou a Administração Municipal, através da Secretaria de Saúde, a emitir um alerta à comunidade. O município confirma 3.479 casos, sendo destas 3.302 pessoas recuperadas da doença. Quatro exames estão em análise no Laboratório Central do Estado (Lacen/RS). Para se ter uma ideia da situação, em menos de uma semana quase que dobrou o número de guaporenses com o vírus ativo. O Boletim Epidemiológico, divulgado pelo Comitê de Operações Emergenciais (COE) com dados do dia 21 de maio, aponta para 125 casos, contra 68 na terça-feira, dia 18. No final de abril, eram 28. Também cresceu a quantidade de pessoas internadas. São 13, sendo sete no Hospital Manoel Francisco Guerreiro e seis em outras casas de saúde. Em uma semana, mais duas mortes foram contabilizadas, totalizando 52 desde o início da pandemia.

“Reforçamos o pedido para todos os guaporenses: cuidem-se. Protejam-se e olhem para o próximo com amor. Medidas simples salvam vidas como a higienização das mãos com álcool em gel, deixar os ambientes limpos/higienizados, manter o distanciamento pessoal (não aglomerar) e a utilização da máscara. Precisamos vencer essa batalha, mas só conseguiremos se todos forem unidos”, afirmou o secretário Ronaldo Invernizzi.

Mesmo vacinada a pessoa deve continuar cumprindo os protocolos sanitários.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários