Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
07:00:00
Conectado
09:00:00
 
 

AMUNOR apresentará recurso para tentar voltar à bandeira laranja

Baixar Áudio por Ricardo Silva

Taxa de mortalidade na região de Passo Fundo é a segunda maior do RS, ficando atrás apenas de Lajeado

Presidente da AMUNOR, Jacir Miorando

Na noite da última sexta-feira, 26 de junho, o Governo do Estado do Rio Grande do Sul anunciou as novas cores de bandeiras para as diferentes regiões, conforme cálculo realizado pelo Modelo de Distanciamento Controlado.  

Lagoa Vermelha e os outros municípios da região de Passo Fundo ficaram classificados com a cor vermelha, que representa risco alto para Covid-19. Na última semana, a bandeira era laranja (risco médio).

Com o quadro se agravando em praticamente todos os indicadores do modelo, Passo Fundo ingressa na bandeira vermelha ao atingir 46 pacientes com SRAG ocupando leitos de UTI. Na semana anterior eram 36 casos. A mesma situação se verificou para diagnosticados com a Covid-19: o número de internados em UTI passou de 24 para 29 pessoas.

Um dos reflexos para a região está na redução dos leitos de UTI disponíveis, que caiu de 32 para 27 unidades. Passo Fundo e municípios próximos somaram 377 casos ativos na última semana, o que ampliou o total de hospitalizações por Covid-19 no acumulado de sete dias: eram 43 e passou para 53 registros. Os casos de infecção pelo vírus no último dia do levantamento somaram 40 pacientes, quando na semana anterior eram 36.

Ainda assim, os prefeitos dos municípios que compõem a região irão recorrer, segundo informou o presidente da AMUNOR, Jacir Miorando.

Segundo Estado, Lagoa Vermelha não está na lista de municípios que podem aplicar protocolos da bandeira laranja

O Decreto 55.322 permite que municípios sob bandeira vermelha sem registro de hospitalização e óbito por Covid-19 de algum morador nos últimos 14 dias e que mantenham rigorosamente atualizados os registros nos sistemas oficiais poderão adotar, por meio de regulamento próprio, protocolos para as atividades previstas na bandeira laranja. No mapa preliminar da 8ª semana, de um total de 301 municípios abrangidos pela bandeira vermelha, 185 poderão adotar protocolos previstos na classificação laranja. Lagoa Vermelha não está nessa lista.

De acordo com o Modelo de Distanciamento Controlado, poderão adotar protocolos de bandeira laranja os seguintes município:

Água Santa

Almirante Tamandaré do Sul

Alto Alegre

André da Rocha

Arvorezinha

Barracão

Barros Cassal

Cacique Doble

Camargo

Campos Borges

Capão Bonito do Sul

Casca

Caseiros

David Canabarro

Ernestina

Fontoura Xavier

Gentil

Ibiraiaras

Ibirapuitã

Itapuca

Lagoa dos Três Cantos

Lagoão

Machadinho

Mato Castelhano

Montauri

Mormaço

Muliterno

Nicolau Vergueiro

Sananduva

Santa Cecília do Sul

Santo Antônio do Palma

Santo Antônio do Planalto

Santo Expedito do Sul

São Domingos do Sul

São João da Urtiga

São José do Ouro

Tio Hugo

Tunas

Tupanci do Sul

Vanini

Victor Graeff

Vila Lângaro

(veja a lista completa)

O prazo para o envio termina às 8h de domingo (28/6). Até a tarde da segunda-feira (29/6), o Gabinete de Crise analisará os dados enviados e rodará o mapa novamente, cuja definição final será divulgada na segunda à tarde. As bandeiras definitivas passam a valer, portanto, a partir de terça-feira (30/6).

Com bandeira vermelha, somente o serviços considerados essenciais poderão funcionar.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais