Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
18:00:00
Encontro Certo
19:00:00
 
 

Região de Passo Fundo recorre e, pela cogestão, segue com protocolos de Bandeira Laranja

por Ana Lúcia Jacomini

Governo do Estado classificou os municípios como risco alto de contágio da Covid-19

Imagem Ilustrativa
Foto: Reprodução/EBC

Na 29ª rodada, o mapa preliminar do Distanciamento Controlado do Rio Grande do Sul, tem 13 regiões em bandeira vermelha (risco epidemiológico alto). Desde a 28ª rodada, o Rio Grande do Sul vem percebendo aumento nas hospitalizações por Covid-19 e nas internações em leitos de UTI, o que justifica o retorno de um grande número de regiões em vermelho. As regiões Covid de Novo Hamburgo, Capão da Canoa, Canoas e Ijuí já haviam sido classificadas como risco alto na rodada vigente e, neste mapa preliminar, seguem em vermelho. Unem-se a elas as regiões de Caxias do Sul, Uruguaiana, Erechim, Palmeira das Missões, Porto Alegre, Guaíba, Santa Maria, Lajeado e Passo Fundo.

As demais oito regiões Covid estão na bandeira laranja (risco epidemiológico médio). Entre elas, Santo Ângelo, Santa Rosa e Cruz Alta, que foram consideradas de risco alto na 28ª semana. O momento é de alerta, segundo a equipe que analisa os dados: o Rio Grande do Sul observou aumento em todos os indicadores monitorados pela equipe do Distanciamento Controlado. Houve elevação, nos últimos sete dias, de 65% no número de óbitos e de 27% nas hospitalizações confirmadas pela Covid-19. Por isso, o governo reforça a necessidade de a população seguir os protocolos e as regras sanitárias estabelecidas pelo modelo.

Veja o mapa preliminar da 29ª rodada: https://distanciamentocontrolado.rs.gov.br

A Região de Passo Fundo, que inclui o município de Marau, já enviou recurso ao governo estadual, pedindo a reconsideração da bandeira. A decisão será divulgada na segunda-feira e os protocolos passam a vigorar na terça, 24/11. Porém, pelo sistema de cogestão, está confirmado que a regional segue os mesmos protocolos em vigor já há semanas, sendo os de bandeira laranja. Isso porque as regiões em cogestão classificadas em bandeira vermelha podem adotar regras de bandeira laranja, e as classificadas em laranja podem adotar protocolos de bandeira amarela, basta que enviem protocolos próprios adaptados à Secretaria de Articulação e Apoio aos Municípios (Saam).

MUDANÇAS DE BANDEIRAS

Conforme o mapa preliminar da 29ª rodada, 377 municípios (do total de 497) estão classificados em bandeira vermelha, somando 8.821.066 habitantes, o que corresponde a 78% da população gaúcha (total de 11,3 milhões de habitantes). Desses, 175 municípios (780.575 habitantes, 9% da população gaúcha) podem adotar protocolos de bandeira laranja, porque cumprem os critérios da Regra 0-0, ou seja, não têm registro de óbito ou hospitalização de moradores nos últimos 14 dias, desde que a prefeitura crie um regulamento local. Além disso, do total de 120 municípios em bandeira laranja (2.508.539 habitantes, 22% da população do RS), 55 (370.351 habitantes, 15% da população gaúcha) podem adotar protocolos de bandeira amarela.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais