Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Em Alta
18:00:00
 
 

Enfermeiros e farmacêuticos da rede pública de saúde têm autorização para assinarem termo de isolamento, em Caxias

Baixar Áudio por Daniel Lucas Rodrigues

Documento vale como atestado médico para afastar pessoas com Covid-19 de suas atividades. Medida possui respaldo na legislação federal

Foto: Marcello Casal Jr./EBC

Enfermeiros e farmacêuticos da rede pública de saúde estão autorizados a afastar positivados para Covid-19 de suas atividades, em Caxias do Sul. A decisão foi realizada em reunião do gabinete de crise na quinta-feira (20/01), após a emissão de Alerta para a Região de Caxias pelo Governo do Estado. A partir de agora, o Município adota um Termo de Imposição de Isolamento, que é um documento que substitui o atestado médico, e pode ser assinado por esses profissionais, a partir da apresentação do teste positivo pelo paciente.

A justificativa da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) é que, anteriormente, as pessoas precisavam de consulta médica para o atestado e acabavam circulando muito pela cidade positivadas, porque não conseguiam a consulta. A titular da pasta, Daniele Meneguzzi, explica que a autorização foi permitida apenas para as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). Ela esclarece que as farmácias não podem fornecer este documento. O paciente pode procurar o estabelecimento, fazer o teste e o levar para uma unidade de saúde pública a fim de expedir o comprovante.

A Secretaria afirma que o Termo de Imposição de Isolamento tem respaldo em legislação federal e deve ser obrigatoriamente aceito pelos empregadores no lugar do atestado. Outro adotado é o Termo de Imposição de Isolamento para os Contatantes Domiciliares, que seria para pessoas que apresentarem sintomas da doença a partir do contato com alguém positivado que mora na mesma residência. Nesta sexta, também será divulgada uma sugestão de padronização de dias de afastamento, conforme orientação do governo do RS.

Meneguzzi também falou sobre o surto de Covid-19, que afastou servidores da pasta por positivarem ou por terem contato com algum caso positivo. Ela afirma que, no momento, são 102 profissionais afastados. É observado que, mesmo com o retorno de alguns funcionários, ainda há um alto índice de afastamentos. Se espera uma baixa no número de ocorrências para os próximos dias.

A secretária também contou que está prevista a reabertura de duas UBSs para a próxima semana. O planejamento será para uma delas na segunda-feira (24/01) e outra para terça-feira (25/01).

Nesta sexta-feira foi estabelecida preferência para testagens contra covid-19, para pessoas com sintomas gripais, idosos, gestantes e trabalhadores em geral. A mudança se deve à alta procura por testes e impossibilidade de atender a toda a demanda. Outra medida é o atendimento específico para casos de síndrome gripal na UBS São Vicente no turno da tarde, para que possam ser encaminhados os casos mais urgentes que não conseguiram vaga de atendimento nas UBS de manhã.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais