Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
20:00:00
Tua Essência
23:59:00
 
 

UPAs de Caxias do Sul registram queda de 54% no atendimento durante a pandemia

por Daniel Lucas Rodrigues

Uma das justificativas para a baixa é medo da população em contrair a covid-19 nas unidades

Foto: Divulgação / Prefeitura de Caxias do Sul

As unidades de Pronto Atendimento (UPAs) de Caxias do Sul registraram queda de atendimento à população na pandemia da Covid-19. A informação é do diretor da Rede Municipal de Urgência e Emergência, da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), Fábio Baldisserotto. A justificativa estaria no temor da comunidade em contrair o coronavírus nos locais.

O diretor afirma que nem a chegada do inverno, período em que as pessoas mais procuram os postos de saúde por doenças respiratórias, fez aumentar a demanda das unidades. Desde o início do surto na cidade, a baixa procura surpreendeu a equipe da saúde.

Antes do período pandêmico, as UPAs atendiam cerca de 560 pessoas por dia neste ano. A Zona Norte concentrava a maior parte, com aproximadamente 300 atendimentos, enquanto a Central recebia perto de 260 pessoas. A chegada da Covid-19 refletiu em uma queda de 54%. A demanda foi apenas de 260 consultas diárias, com a unidade da Zona Norte assistindo 130 pessoas, e a Central com 160 acolhimentos.

Atualmente, Baldisserotto conta que os locais atendem aproximadamente 520 pessoas por dia, menos do que o esperado para o inverno. Ele acreditava em mais de 650 pessoas procurando as unidades para urgência e emergência.

Outra mudança que ocorreu foi o modo de operação das UPAs. O diretor destaca que a unidade Central atendeu mais demandas por problemas respiratórios, causados pelo coronavírus ou não, ao passo que a Zona Norte ficou com os outros casos clínicos, que variam de riscos de infarto para derrame cerebral.

A Rede Básica de Saúde teve queda de 23% nos atendimentos, de março a julho de 2020, se comparado ao mesmo período do ano passado. Nesse ano, ocorreram 221.862 consultas e, no ano passado, 288.793, ou seja, 66.931 atendimentos a menos. Este cálculo levou em conta as 50 unidades Básica de Saúde (UBSs), sendo duas prisionais, e as duas UPAs do município.

Clique AQUI e confira a entrevista completa com o diretor da Rede Municipal de Urgência e Emergência, da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), Fábio Baldisserotto.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais