Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Em Alta
18:00:00
 
 

“Tenho a consciência tranquila de que fizemos tudo o que é possível, dentro da legalidade”

Baixar Áudio por Camila Agostini

Prefeito Iura Kurtz se manifesta sobre fala da ministra Damares Alves

Foto: Arquivo Prefeitura Marau

Repercute entre os prefeitos e governadores de todo o país, a fala da ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, que, em reunião ministerial, afirmou que seria indicado pedir a prisão de prefeitos e governadores. "A pandemia vai passar, mas governadores e prefeitos responderão processos e nós vamos pedir inclusive a prisão de governadores e prefeitos. E nós estamos subindo o tom e discursos estão chegando. Nosso ministério vai começar a pegar pesado com governadores e prefeitos", disse a ministra.

Nossa reportagem fez contato com o prefeito de Marau Iura Kurtz. Questionado sobre o eu disse a ministra no vídeo, tornado público na sexta-feira 22/05, o chefe do Executivo marauense foi objetivo: “manifestação descabida e desnecessária”.

“Tenho a consciência tranquila que fizemos tudo o que é possível fazer, dentro da legalidade. Não considero essa manifestação da ministra; descabida e desnecessária no que diz respeito ao município de Marau. Estamos cientes das dificuldades e dos estragos que esta pandemia está trazendo para diferentes setores. Mas nós temos atuado, diariamente, no enfrentamento desse momento muito complicado para o que diz respeito à saúde e à economia, sempre respeitando decisões e encaminhamentos de órgãos que estudam e que sejam referência. Sempre buscamos o equilíbrio na tentativa de trazer o mínimo de prejuízos e impactos à saúde e às foças produtivas”, destacou Iura. Ouça no player de áudio.

O prefeito falou, ainda, sobre a terceira atualização do Distanciamento Controlado, que manteve a maior parte do território gaúcho com risco epidemiológico médio para o novo coronavírus. Doze, de um total de 20 regiões, foram classificadas com a bandeira laranja no levantamento realizado e divulgado no sábado, 23/05. Marau, assim como os demais municípios da região Norte do Rio Grande do Sul, permanece na classificação de risco médio, ou seja, bandeira laranja. “O nosso sistema de saúde, neste momento, dá conta de atender quem precisa de hospitalização e isso nos permite dar passo à frente e tomar decisões para retomada de serviços, inclusive no serviço público”, ressaltou.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais