Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Em Alta
18:00:00
 
 

Ideia do Executivo caxiense de tornar bancas de revistas em espaços para venda de produtos agrícolas gera crítica de vereador

Baixar Áudio por Rodrigo Fischer

Proposta surgiu em uma reunião do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural, na semana passada

Foto: Pablo Ribeiro/Divulgação

A retirada das bancas de jornal e revistas gerou diversos embates judiciais entre a Prefeitura de Caxias do Sul, os proprietários, e a Câmara de Vereadores, com a Justiça suspendendo a desocupação e o Município revertendo essa situação. Agora, a ideia é transformar o espaço em um ponto para a comercialização de produtos agrícolas produzidos pela agroindústria. A vontade surgiu em uma reunião do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural, na semana passada, integrado pelo Executivo caxiense.

(Ouça as entrevistas na aba “Ouvir Notícia”)

A presidente do órgão e secretária de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Smapa), Camila Sirena, explica que surgiu essa opção a partir de demandas de produtores rurais por um espaço fixo para venda de suas mercadorias, como frutas, vinhos e mel. O pedido era antigo, desde o início da atual administração.

O projeto está em fase de planejamento em parceria com agricultores da cidade. O Executivo já pensa em um investimento para acomodar os produtos no local, como, por exemplo, a compra de refrigeradores para manter as mercadorias agroindustriais em estado de conservação. A escolha do local também faz parte do plano. Segundo Sirena, é um espaço estratégico para vendas por se encontrar na parte central da cidade.

Porém, corre no Legislativo municipal um projeto de lei para tornar as bancas de jornal e revistas um Patrimônio Histórico Imaterial de Caxias do Sul. A matéria foi assinada pelos vereadores Rafael Bueno (PDT) e Paulo Périco (MDB), protocolada por Elói Frizzo (PSB). A proposta está na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, esperando um aval do Conselho do Patrimônio Histórico do Município. Para Bueno, a ideia de comercializar produtos rurais no Centro da cidade é boa, mas ressalta que já existem iniciativas. Ele afirma que essa atitude é uma “cruzada do Município contra a cultura”.

O líder da bancada do PDT caxiense ressalta que, caso a matéria seja aprovada, ela cria um impeditivo para a Prefeitura realizar essas atividades onde se localizam as bancas.

Atualmente, o Município conta com quatro bancas instaladas em espaços públicos da cidade. Elas estão estruturadas em frente ao Centro Administrativo Municipal, na Praça Dante Alighieri, perto da nova UPA Central (antigo Postão), na Praça João Pessoa e entre as ruas Sinimbu e Marquês do Herval.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais