Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Programa de Domingo
19:00:00
 
 

“Que a comunidade nos ajude a segurar o contágio”, pede prefeito de Caxias do Sul após entrada na bandeira vermelha

Baixar Áudio por Daniel Lucas Rodrigues

Flávio Cassina se mostrou contrário à decisão do governador Eduardo Leite, realizada nesta segunda-feira (13/07)

Foto: Gustavo Tamagno Martins/Divulgação

A Região de Caxias do Sul permaneceu definitivamente na bandeira vermelha do Modelo de Distanciamento Controlado do Estado nesta segunda-feira (13/07). O governador Eduardo Leite (PSDB) não acatou ao recurso da Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (Amesne) para ficar na cor laranja. Em manifestação, o prefeito de Caxias do Sul, Flávio Cassina (PTB) se mostrou contrário à decisão do governo estadual.

Mesmo contra, ele destaca que a Prefeitura deve cumprir o decreto imposto por Leite. A ideia do Município é abrir novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para tentar reverter a bandeira na quinta-feira (16/07). Cassina pede que a comunidade colabore para esta semana.

“Vamos tentar abastecer o Governo do Estado com informações e criar novos leitos de UTI. Pedimos que a comunidade nos ajude a segurar este contágio. Acho que até quinta a gente pode mover alguns dispositivos para mudar essa situação”, completa.

O prefeito lembra que o comércio recebeu uma flexibilização quanto ao seu funcionamento na bandeira vermelha.

“Há uma pequena abertura para o comércio não essencial, por meio dos sistemas pegue-leve e drive-thru. Em alguns ramos isso é possível, mas temos que nos adaptar a essa situação nova.”, fala.

Caxias do Sul permanece até a próxima semana na cor vermelha do Modelo de Distanciamento Controlado do Governo do Estado.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais