Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
07:00:00
Conectado
09:00:00
 
 

Vereadores marauenses aprovam moção em apoio à Campanha Máscara Roxa

por Ana Lúcia Jacomini

Texto é de autoria da vereadora Josiane Bedin

Por unanimidade, a Câmara de Vereadores de Marau aprovou, durante a sessão ordinária desta segunda-feira, 27/07, uma moção em apoio a realização da Campanha Máscara Roxa. O texto é de autoria da vereadora Josiane Bedin e tem como principal objetivo incentivar todas as farmácias estabelecidas em Marau a aderir ao movimento.

“Temos total consciência da importância desta iniciativa, e é por isso que estamos pedindo o apoio dos estabelecimentos marauenses. Precisamos que as farmácias do nosso município também abracem esta causa, para que juntos possamos garantir uma porta de saída às mulheres que sofrem violência doméstica neste período de quarentena”, justificou a vereadora.

SOBRE A CAMPANHA:

A campanha foi lançada recentemente pelo Comitê Gaúcho Eles por Elas/He for She, ligado a ONU Mulheres, possibilitando mulheres vítimas de violência doméstica denunciar casos de agressões nas farmácias que tiverem o selo ¨FARMÁCIA AMIGA DAS MULHERES¨ no Rio Grande do Sul. A iniciativa foi criada no período de isolamento social devido a pandemia do Covid-19 que apresentou aumento considerável de casos. Veja e ouça nossa reportagem sobre a campanha, clicando aqui.

Ao chegar na farmácia identificada, a mulher deve pedir a máscara roxa, que é a senha para que o atendente saiba que se trata de um pedido de ajuda. Na sequência, o profissional vai informar que o produto está em falta e pegará alguns dados para avisá-la quando chegar. Caberá ao atendente, devidamente treinado, passar as informações à Policia Civil que tomará as medidas necessárias.

PARA AS FARMÁCIAS:

Para aderir à campanha, as farmácias devem entrar em contato com o Comitê Gaúcho impulsor do Movimento ElesPorElas HeForShe, através do whatsapp (51) 99199-3641 ou email comitê[email protected]. Importante frisar que ao repassar a informação de denúncia, a identidade do atendente e farmácia ficam anônimas, aparecendo apenas o nome da vítima e cidade em que mora para a Polícia Civil.

 

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais