Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
12:10:00
No Ponto
14:00:00
 
 

Obras para conter deslizamentos na Rota do Sol, em Itati, devem ser concluídas em dezembro

por Pablo Ribeiro

Segundo o Daer, intervenções estão com mais de 60% do cronograma concluído

Foto: Daer/Divulgação

As obras para normalizar o trânsito e evitar deslizamentos no Km 4 da Rota do Sol (ERS-486), em Itati, no Litoral Norte, devem ser concluídas no próximo mês. De acordo com o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), o cronograma já está com 65% das ações finalizadas e o ritmo dos trabalhos segue o previsto.

As atividades estão concentradas na contenção da encosta às margens da rodovia. Para impedir a queda de rochas do alto do morro, o Daer está instalando tirantes e uma tela de proteção no local. De acordo com o diretor-geral, Luciano Faustino, a solução foi indicada por engenheiros especialistas na área. “É uma obra com alto grau de complexidade, na qual será utilizado aço de alta resistência para assegurar a qualidade e durabilidade dos serviços”, explica.

Segundo o diretor de Infraestrutura Rodoviária do Departamento, Richard Polo, a expectativa é de que até o final do ano o tráfego seja totalmente liberado no trecho. “Estamos dentro do prazo estipulado, acompanhando o cronograma de cada etapa e avaliando se tudo está sendo feito de modo a garantir a integridade da rodovia e, principalmente, dos usuários”, diz o dirigente, que realizou uma vistoria no local na última quinta-feira (19/11).

Em agosto, o Daer havia retirado as rochas que desmoronaram sobre uma das pistas no Km 4. A recuperação do pavimento será executada assim que a estrutura de contenção da encosta ficar pronta.

No próximo ano, devem ser concluídas mais duas intervenções na rodovia em segmentos também danificados pelas chuvas. A primeira ocorre no Km 11,4, na saída do túnel, no sentido Leste. No local, está sendo restaurado o aterro da pista. Já no Km 14,4, ocorre a contenção da lateral do cemitério que desmoronou com a construção de um muro gabião – estrutura feita de pedras e aço usada em barragens para facilitar a drenagem de água e garantir a integridade da pista.

Aproximadamente R$ 3 milhões foram disponibilizados para as atividades na ERS-486, que são realizadas pela empresa Toniolo Busnello por meio de um aditivo de contrato.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais