Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
07:00:00
Conectado
09:00:00
 
 

Ocupação de leitos de UTI no RS se aproxima de patamares registrados no pico da pandemia

por Isadora Helena Martins

Governador Eduardo Leite apresentou indicadores da pandemia no Estado e e mapa do Distanciamento Controlado por meio de live. Serra Gaúcha teve recurso acatado e voltou para bandeira laranja.

Foto: Divulgação / Itamar Aguiar/Palácio Piratini

O governador Eduardo Leite voltou a realizar, nesta segunda-feira (23/11), uma live apresentando os números do comportamento da pandemia do coronavírus no Rio Grande do Sul. Na ocasião também foram apresentadas as bandeiras definitivas para as regiões do modelo de Distanciamento Controlado. 

Durante a live, o governador demonstrou preocupação em alguns indicadores que vem aumentando neste mês, como a taxa de ocupação de leitos clínicos e de UTI. Segundo ele, os números estão nos patamares de quando teve o pico da pandemia da Covid-19 no Estado. Atualmente, a taxa de ocupação de leitos de UTI está em 75,7%. Nos meses de pico da pandemia (julho e agosto) esse indicador ficou na marca de 80%. Dos leitos ocupados, 45,4% são de pacientes confirmados ou com suspeita de coronavírus. Segundo o governador, o Rio Grande do Sul chegou a passar de 50% neste indicador nos meses de pico. Tanto a ocupação de leitos de UTI quanto de leitos clínicos voltou a crescer em novembro.

O governador também considerou que, mesmo com o aumento de internações em UTI, a taxa de óbitos permanece em queda: “Eu pedi pra fazer uma correlação entre confirmados em UTIs e número de óbitos. A linha de óbitos vai acompanhando as internações e depois ela começa a cair. Apesar de termos mais hospitalizações, apesar de termos mais casos sendo confirmados no Estado neste último período, não há um aumento na linha de óbitos”.

 

Serra permanece na bandeira laranja

O Governo do Estado também definiu nesta segunda-feira (23/11) que a Serra Gaúcha permanece na bandeira laranja do modelo de Distanciamento Controlado. Foi aceito o recurso colocado pela Associação de Municípios da Encosta Superior do Nordeste (Amesne) no final de semana. A decisão foi realizada pelo governador Eduardo Leite (PSDB) em uma live nas redes sociais.

A justificativa para manutenção da região de Caxias do Sul na bandeira laranja é a similaridade dos indicadores aos de outras semanas, mesmo com o registro de aumento significativo de hospitalizações.

O número de pacientes com confirmação da Covid-19 hospitalizados passou de 111 para 137 na última semana o que corresponde a um aumento de 23%. Porém, segundo a nota técnica do Comitê de Dados do governo estadual, a elevação mais forte nesta semana ainda está abaixo dos níveis vistos nos momentos em que a região esteve em bandeira vermelha por largo período.

Leite ainda pediu a colaboração da população para cumprir as medidas sanitárias. “Nós estamos intensificando uma campanha de comunicação do governo do estado, pedindo às pessoas para se cuidarem. Então, o que nós pedimos é: te cuida e cuida dos outros porque, cuidando de você e das pessoas a sua volta, vai estar cuidando do Estado como um todo e aí menos restrições vão precisar serem impostas para a redução da circulação do vírus”, salientou.  Ouça AQUI.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais