Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
05:00:00
Tá na Hora
07:00:00
 
 

Concessionária dos parques nacionais, em Cambará do Sul, deve ser conhecida ainda neste ano

por Isadora Helena Martins

Com administração da iniciativa privada, expectativa é de investimento de R$ 270 milhões em infraestrutura, no período de 25 anos

Foto: Divulgação / Lucio Santos/ICMBio

A concessão dos parques nacionais de Aparados da Serra e da Serra Geral à iniciativa privada está mais perto de ser concretizada. A empresa que irá assumir a gestão, logística e preservação dos locais deve ser conhecida ainda neste ano. O edital de concessão dos parques nacionais foi lançado oficialmente no último dia 14 de outubro. O evento de assinatura contou com a presença do Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. Desde então, as empresas interessadas possuem 60 dias para apresentar suas propostas de gestão e investimentos nos parques.

Conforme o prefeito de Cambará do Sul, Schamberlaen José Silvestre, a concessão dos parques deve reverter em mais visitantes na região, geração de emprego e renda, e potencialização do turismo nos Campos de Cima da Serra, bem como em Santa Catarina cujos parques fazem divisa. Ele também explicou que a contrapartida prevista na concessão pode auxiliar na preservação dos espaços. “Hoje, apesar de todo o esforço, a gente sabe que o ICMBio e o Governo Federal  não conseguem estrutura, aportes que permita a preservação. Com a possibilidade de investimentos da concessionária nos parques, além de criar atrativos para visitação, também é uma contrapartida que permite estruturação de preservação e controle”, explicou.

Conforme Silvestre, em 25 anos, a concessionária deve realizar investimentos de cerca de R$ 270 milhões em estrutura, acesso e preservação dos parques. Durante entrevista à Tua Rádio São Francisco ele comentou sobre um dos pontos que dividiu opiniões referentes à concessão: a rota de acesso: “O Ministro foi muito claro na sua declaração de que o ponto de acesso é a cidade, é a RS-427, que é uma estrada estadual e que está inclusive na bancada gaúcha para investimento de infraestrutura. E a CS-012, que dá acesso ao Parque Nacional da Serra Geral, é uma estrada municipal que já está com os últimos metros dos seus 8 Km passando pelo processo de pavimentação. Então não ficou nenhuma dúvida de que os acessos serão os mesmos que existem hoje confirmados e definidos pelo Ministério do Meio Ambiente”, afirmou Silvestre. Ouça a entrevista completa AQUI.   

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais