Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
12:10:00
No Ponto
14:00:00
 
 

Paradas de ônibus, em Caxias do Sul, começam a receber os serviços de revitalização

por Isadora Helena Martins

O terminal no bairro Pio X é o primeiro ponto a ser restaurado

Foto: Divulgação / Leonardo Portella

Os serviços de revitalização em estações centrais do transporte coletivo urbano começaram nesta semana em Caxias do Sul. A parada localizada na rua Moreira Cesar, no bairro Pio X, foi a primeira a receber os trabalhos de manutenção e conservação dos terminais de embarque e desembarque de passageiros. Segundo a Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMTTM), as melhorias serão realizadas em 49 pontos de ônibus da área central pelos próximos 12 meses.

Nesta sexta-feira (14), as equipes estão concentradas na verificação e desobstrução das calhas e tubos e executam também os trabalhos de limpeza da parada e das chapas utilizadas na cobertura. A etapa auxilia na remoção de cartazes e pichações e antecede a revitalização da pintura das estruturas, que manterá as mesmas cores originais. O início da aplicação da tinta está programado para a próxima semana, dependendo das condições do clima. Após, haverá reparo nas instalações elétricas: os refletores e lâmpadas existentes serão substituídos por equipamentos de LED, aumentando a eficiência no consumo e contribuindo com a segurança dos usuários. Durante a realização dos serviços, o terminal ficará isolado e o atendimento do transporte público será realizado próximo ao local.

Além da parada na Moreira Cesar, o serviço avançará no mês de junho em outras três estações: na avenida Rossetti, próximo ao entroncamento com a Moreira Cesar, e outra na Visconde de Pelotas com a Duque de Caxias. A terceira será a estação Ópera, na Pinheiro Machado entre a Dr. Montaury e a Visconde de Pelotas, que será iniciada após a finalização dos primeiros terminais. Nesta última, as melhorias serão efetuadas em duas etapas, evitando o desativamento total do ponto durante os dias de revitalização. Não há prazo para conclusão individual dos trabalhos.

O investimento na contratação do serviço é de R$ 670.498,37 e foi financiado com recursos do Fundo Municipal de Transportes (Funtran). O Fundo recebe 1% do faturamento da empresa concessionária do transporte público na cidade e a prefeitura investe, conforme prevê a lei, em melhorias no serviço. É deste mesmo Fundo que é custeada a manutenção mensal das Estações Principais de Integração (EPIs) Imigrante e Floresta.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais